Mercedes-AMG GLE 63S Coupé chega por R$ 1,2 milhão

Segunda geração do SUV vem com sistema híbrido-leve EQ Boost de 48 volts conectado ao motor V8 biturbo 4.0 de 612 cv

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. Mercedes-AMG GLE 63S Coupé chega por R$ 1,2 milhão
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

O novo Mercedes-AMG GLE 63S Coupé 4Matic+, de segunda geração, chega ao Brasil para - nas palavras da empresa - completar o portfólio de SUVs da fabricante, com toda a esportividade e exclusividade de um Mercedes-AMG combinados a um design renovado e uma reformulada e mais completa lista de itens de série. O preço da brincadeira? Anote aí: R$ 1.184.900.

O SUV da AMG vem equipado com motor V8 biturbo 4.0 acoplado ao conjunto EQ Boost, sistema híbrido-leve que usa um alternador de partida e uma bateria de 48 volts para entregar 612 cv e 86,7 kgf.m de torque. E acelera de 0 a 100 km/h em absurdos 3,8 segundos, apesar de pesar 2.445 kg. Tem mais: o carro ainda vem com sistema de desativação de cilindro para economizar combustível.

Como é o novo Mercedes-AMG GLE 63S Coupé

Visualmente, a nova geração do SUV segue a filosofia de design na empresa. Há várias novidades como os domos no capô, as rodas de 22 polegadas, o novo spoiler traseiro com difusor preto e também um inédito sistema de escape da AMG, com dois elementos retangulares em cada saída.

Como parte do equipamento de série, o pacote "AMG Night" inclui vidros escurecidos com isolamento térmico e acabamento do spoiler dianteiro e traseiro, inserções nas saias laterais, capas dos espelhos retrovisores e moldura das janelas em preto.

Mercedes-AMG GLE 63S Coupé
Mercedes-AMG GLE 63S Coupé chega ao Brasil nos próximos meses
Crédito: Divulgação

Por dentro, muito luxo, como tem que ser em um carro deste valor. Os assentos são estofados em couro napa e os cintos de segurança e as costuras contrastantes nos bancos têm tons de cinza. A iluminação ambiente também pode ser ajustável individualmente.

Além disso, o pacote de equipamentos de série é bem extenso. Na parte de entretenimento, vem com o sistema MBUX (acrônimo de "Mercedes-Benz User Experience"), com controle de voz, gestos e conectividade para Apple CarPlay e Android Auto; chave Keyless inteligente; sistema de navegação por GPS com realidade aumentada; estacionamento automático com câmera 360º; bancos dianteiros climatizados com ajustes elétricos e memorizador; teto solar panorâmico; head-up display; ar-condicionado de quatro zonas; faróis full-LED; carregador de celular por indução; sistema de telemetria para uso em pista; sistema de escape AMG com som selecionável e, claro, sistemas de direção semiautônoma, que incluem assistente ativo de distância; de freios ativo; de direção; ponto cego e até para cruzamentos.

Mercedes-AMG GLE 63S Coupé
Pacote de equipamentos de série do novo Mercedes-AMG GLE 63S Coupé é bem extenso
Crédito: Divulgação

SUV inteligente

Fora tudo isso, o novo Mercedes-AMG GLE 63S Coupé vem com sistema de estabilização ativa de rolagem da AMG, que serve para compensar os movimentos da carroceria, que está ali para aumentar a segurança em situações em que o carro chegue perto do limite.

São dois atuadores eletromecânicos de operações independentes nos eixos dianteiro e traseiro, cada um com uma engrenagem planetária integrada. Isso significa que o sistema de estabilização não apenas reduz a oscilação da carroceria em curvas, mas também permite um ajuste mais preciso em cada uma delas e na distribuição de peso.

Fora tudo isso, ele ainda aumenta o conforto de condução ao dirigir em linha reta porque "corrige" as irregularidades de um lado da estrada, por exemplo.

Mercedes-AMG GLE 63S Coupé
Mercedes-AMG GLE 63S Coupé: saída dupla de escape pintadas de preto é um de seus charmes
Crédito: Divulgação

Já o ajuste de amortecimento adaptativo permite que as características possam ser pré-selecionadas em três estágios: "Comfort", "Sport" e "Sport +". Graças ao auto nivelamento pneumático, o SUV mantém uma altura do solo constante, independentemente da carga. Isso pode ser ajustado de acordo com o modo de condução ou manualmente pelo console central.

São sete programas de condução: Comfort, Sport, Sport+, Individual, Race, Trail e Sand. Os programas estão vinculados ao controle de agilidade. Isso significa que os parâmetros - como a resposta do motor e da suspensão ou os limites de controle do ESP -, são adaptados de forma inteligente de acordo com o programa selecionado.

Câmbio de dupla embreagem

Quem comanda todo esse conjunto é a caixa de transmissão AMG TCT 9G - automatizada de dupla embreagem com nove marchas - especialmente ajustada para os requisitos do motor de oito cilindros.

Segundo a Mercedes, o software adaptado permite tempos de mudança extremamente curtos e várias reduções rápidas de marcha. As mudanças são realizadas sem interrupção na força de tração.

Obviamente, o sistema de tração é integral. Mas a transição da tração traseira para a que joga força para as quatro rodas acontece de forma automática. O sistema é controlado de acordo com o nível selecionado no programa eletrônico de estabilidade, que tem três estágios - de um esportivo com foco na segurança até outro altamente dinâmico.

O conjunto de freios, por fim, também carrega alta carga de esportividade. O SUV vem com pinças fixas (pintadas de vermelho) de seis pistões e discos de freio de 400 x 38 mm na frente e peças flutuantes com pistão e discos de 370 x 32 mm na traseira.

Modelo também tem conjunto de freios esportivos e, por fim, também carrega alta carga de esportividade
Crédito: Divulgação
Comentários