Novo Golf: VW registra patentes do carro no Inpi

Marca desconversa e posição oficial é de que a nova geração do carro não será lançada por aqui... Mas já há registros

  1. Home
  2. Notícias
  3. Novo Golf: VW registra patentes do carro no Inpi
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

É oficial: a Volkswagen do Brasil registrou no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) os desenhos da oitava e novíssima geração do Golf, lançada no fim do ano passado na Europa.

Mas isso é certeza de que virá para o Brasil? É importante destacarmos que a posição oficial da Volks a respeito do hatch é de que, por enquanto, não há planos de importação ou produção nacional das versões tradicionais.

A empresa recentemente aposentou praticamente todas as configurações (mantendo somente a GTE, de R$ 199.990) para que pudesse fazer o lançamento do SUV compacto T-Cross - que, inclusive, é fabricado em São José dos Pinhais (PR), no mesmo local onde estava a plataforma do hatch.

 Volkswagen Golf de oitava geração foi registrado no INPI
Legenda: Volkswagen Golf de oitava geração foi registrado no INPI
Crédito: Divulgação/Inpi

Portanto, podemos supor que talvez somente a versão GTE (híbrida plug-in) chegue de fato ao Brasil, também por importação. Na melhor das hipóteses, talvez também o novo Golf GTi.

Patentes do Golf de entrada

Mesmo assim, precisamos destacar que o registro do novo Golf feito no INPI mostra imagens da versão convencional. Mas por quê?

A primeira resposta, e mais óbvia, é de que o registro serve para "proteger o desenho" do veículo, ainda que não haja planos de trazer o carro para nosso país. A segunda, mais difícil, é de que a Volks talvez tenha planos de trazer a versão híbrida plug-in "comum" do modelo para o Brasil - além da GTE.

Golf 8 No Inpi
icon photo
Legenda: Volks garante que não tem planos de vender as versões "civis" do Golf 8 no Brasil
Crédito: Divulgação/Inpi

Recentemente a equipe do WM1 fez essa pergunta ao presidente da Volks do Brasil e América do Sul, Pablo Di Si, que não confirmou a chegada do carro, mas também não a descartou. "Estamos sempre atentos aos movimentos do mercado. É claro que gostaríamos de ter nosso portfólio sempre alinhado ao do europeu, mas também não podemos nos precipitar. Estamos estudando e de olho em tudo".

Mesmo assim, uma coisa é fato: as vendas do Golf GTE da geração passada (o nosso atual) estão sendo feitas por um lote limitado, já importado. Portanto só há dois caminhos para a Volks: trazer o novo Golf ou encerrar as vendas.

icon photo
Legenda: Traseira é um dos ângulos mais bonitos da nova geração do Golf
Crédito: Divulgação/Inpi

Após a publicação da matéria, a Volkswagen entrou em contato para responder a respeito do registro. Segundo a marca: "o registro no INPI é um procedimento padrão para novos produtos, para assegurar a patente do modelo no mercado. Neste momento, a empresa não confirma a comercialização do Golf 8 no mercado brasileiro".

Comentários