Porsche irá fabricar combustível sintético em 2022

Marca alemã e parceiros terão uma fábrica no Chile para produzir o componente, que será menos poluente que a gasolina

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. Porsche irá fabricar combustível sintético em 2022
Fabio Perrotta Junior
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Ao mesmo tempo que caminha para o mundo dos elétricos, a Porsche busca alternativas para manter seus carros movidos a combustível. Prova disso é que a marca alemã se juntou a parceiros da área de energia para produzir, já a partir de 2022, o e-fuel, um combustível sintético.

Fabricado no Chile, esse componente promete ser 85% menos nocivo ao ambiente do que os combustíveis derivados do petróleo.

Além disso, segundo fontes internas da Porsche apontam, o combustível poderá ser utilização em motores a combustão sem qualquer tipo de modificação. Ou seja, diminui o custo de desenvolvimento para novos trens de força.

Porsche Taycan Turbo S 2020 1600 56
Apesar de ter uma vertente elétrica com o Taycan, a Porsche investe no e-fuel

De acordo com a Porsche, os combustíveis sintéticos em breve substituirão os atuais refinados do petróleo bruto e o e-fuel estará disponível na rede existente de postos de gasolina.

A produção será feita em parceria, que tem, além da Porsche, a Siemens Energy, AME e Enel, além da petroquímica chilena ENAP. Uma fábrica no Chile será a responsável por produzir o combustível sintético com o auxílio da energia eólica. O investimento inicial da Porsche no projeto é de cerca de 20 milhões de Euros.

Para o primeiro ano de produção, 2022, ainda como projeto piloto, a expectativa é produzir 130 mil litros de combustível sintético. De acordo com a Porsche, a estimativa é de produzir até 55 milhões de litros por ano até 2024 e 550 milhões de litros até 2026. Será que o novo tipo de combustível vai vingar? Aguardemos as cenas dos próximos capítulos...

Comentários