VW venderá só elétricos na Europa a partir de 2033

Marca alemã também adotará medida nos demais continentes mas prazos para o restante do mundo ainda será definida

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. VW venderá só elétricos na Europa a partir de 2033
Marcus Celestino
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Publicamos aqui no WM1 recentemente que pesquisa, realizada pela Ernst & Young, diz que carros elétricos dominarão o mercado global em 2033. A Volkswagen parece querer fazer valer o estudo, e anunciou que deixará de vender veículos a combustão a partir de 2033 na Europa. A VW adotará a mesma medida, isto é, venderá apenas elétricos, nos demais continentes posteriormente.

Vw Ev Lineup volkswagen elétricos
Volkswagen pretende disputar liderança do mercado de elétricos com a Tesla
Crédito: Divulgação

Dessa forma, a VW não mais comercializará automóveis híbridos e nem os movidos a diesel e a gasolina. Segundo o Automotive News Europe, Klaus Zellmer, executivo de vendas da Volkswagen, disse que a transição na América do Sul e na África demorará um pouco mais. A justificativa são os problemas de infraestrutura para atender aos usuários de carros elétricos e também a falta de "enquadramento político".

Zellmer, no entanto, ressaltou que a transição também não será tão simples assim no continente europeu. "Haverá mercados em que veículos elétricos a bateria farão pouco sentido ecológico, porque a eletricidade também pode ser gerada principalmente a partir do carvão no futuro", comentou o executivo.

A VW espera que os elétricos representam cerca de 70% das vendas de veículos na Europa até 2030. Não à toa, investiu 73 bilhões de euros (R$ 361 bi em conversão direta) em novas tecnologias até 2025. Desse montante, 35 bi (R$ 173 bilhões) serão dedicados à eletrificação de seus modelos. Herbert Diess, CEO do grupo, quer que a Volkswagen desbanque a Tesla como referência no mercado de elétricos num futuro próximo.

Comentários