Alto, atraente e poderoso. Esse é o perfil que mulheres gostam (de carro!)

Elas foram responsáveis por mudanças importantes nas configurações de carros e na inclusão de equipamentos
  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Alto, atraente e poderoso. Esse é o perfil que mulheres gostam (de carro!)
Auto Informe
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Há um velho jargão no mercado de usados segundo o qual o melhor carro pra comprar é o "Carro de Mulher". O jargão foi criado há muitos anos, quando havia poucas mulheres motoristas e, quando uma delas se dispunha a vender o automóvel, começava uma disputa pela compra, pois era um indicativo de que o carro estava em ótimo estado de conservação.

Hoje a mulher divide com o homem a participação na sociedade e já representa quase metade dos compradores de carro zero. Mesmo assim, a sua forma mais delicada de se relacionar com o carro e as exigências de conforto, segurança, e, principalmente, praticidade, mantêm a máxima em evidência.

Desde que começou a ter importância no mercado, a mulher passou a ser ouvida pelos fabricantes, que trataram de atender as suas necessidades.

Elas foram responsáveis por mudanças importantes nas configurações de carros e na inclusão de equipamentos. A Volkswagen executou alterações no projeto de seus modelos depois de pesquisas feitas junto a grupos de mulheres. O aumento do número de porta objetos no interior do carro está diretamente ligado a exigência feminina.

Pelo menos dois itens problemáticos foram eliminados por causarem desconforto e até pequenos acidentes com as meninas: a forração dos bancos e a maçaneta da porta. O tecido áspero dos bancos provocava a destruição das delicadas meias de seda. Eles foram substituídos por tecidos macios e sem arestas. A maçaneta de alguns carros provocava a quebra das unhas das mulheres. Detalhes como esses, além do simbólico espelho apenas do lado da "passageira", indicavam que o carro não era feito pra elas, mas para eles. Dona de metade do mercado, e, como mostram outras pesquisas, com um poder de influência na compra que chega a 85%, a mulher foi rapidamente atendida, sem, diga-se, que isso tenha prejudicado os homens, porque também eles se beneficiaram com as mudanças.

Elas têm expectativas diferentes deles em relação ao carro novo. E como estão presentes em 85% das decisões, a fábrica que desconsiderá-las nas suas ações de marketing está fadada ao fracasso.

Veja como a lista dos carros mais vendidos no Brasil mudaria se a opção fosse só delas. O líder Gol cai para a terceira posição na preferência feminina. Antes dele, elas optam pelo Palio, em primeiro lugar, e pelo Fox em segundo. A lista, publicada por um site especializado, refere-se apenas aos carros das quatro montadoras tradicionais - Ford, Fiat, Volks e GM.

Em seguida, a preferência delas é por três carros que não estão entre os dez, são eles, o Ecosport, da Ford, a Idea, da Fiat e a Meriva, da GM. Eles estão entre os preferidos das mulheres, embora não estejam na lista dos mais vendidos. Repare o que há de comum nesses três modelos e saberá que tipo de carro é o preferido pelas mulheres: elas querem um carro que proporciona boa visão da rua e de todo o interior do veículo. Para isso ele precisa ter um banco alto, com regulagem de altura, e uma ampla área envidraçada, que dá ao motorista o controle do que se passa no lado de fora. Um carro onde ela se sinta com o controle da situação, segura e poderosa.

Não por acaso o EcoSport é um dos carros preferidos pelas mulheres, assim como as vans e, num patamar mais acima, os utilitários esportivos de tamanho médio. Esses carros proporcionam a sensação de segurança no trânsito que as mulheres buscam. Ao volante desse tipo de carro, o motorista enxerga os outros de cima, tem a impressão de que são mais poderosos, menos sujeitos a um acidente com vítimas, a uma abordagem criminosa.

Nos últimos anos o Brasil passou a comercializar inúmeros modelos que oferecem, mesmo que parcialmente, esse tipo de conforto: as minivans, os monovolumes e carros comuns transformados em "falsos fora de estrada", isto é: têm pneus mais largos, suspensão elevada, maior altura do solo, para choques grossos e imponentes, tudo para dar uma impressão de carro valente, destemido, que passa facilmente pelas lombadas e buracos que invadem as ruas brasileiras e não sucumbem a qualquer trecho alagado.

Na lista dos carros das novas montadoras preferidos pelas mulheres estão os Citroën C3 e Picasso, o Peugeot 207, o Honda Fit, o Nissan Tiida, o Renault Scènic fora de linha e dois utilitários esportivos, o Hyundai Tucson e o Mitsubishi TR4, que, no cômputo geral, estão no fim da lista dos mais vendidos.
As opiniões do colunista não refletem, necessariamente, a opinião do site WebMotors

____________________________

Joel Leite joelleite@autoinforme.com.br é diretor da Agência AutoInforme, especializada no setor automobilístico, que fornece informações para vários veículos de comunicação. Produz e apresenta o Boletim AutoInforme, das rádios Bandeirantes, Band News e Sul América Trânsito. É formado em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero e pós-graduado em Semiótica e Meio Ambiente.

Leia outras colunas de Joel Leite aqui

____________________
Siga o Joel Leite no Twitter

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors