Cliente deve assinar termo para levar Dodge Demon

Comprador precisa estar ciente dos perigos de acelerar o muscle car de série mais potente da história, com 852 cv

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Cliente deve assinar termo para levar Dodge Demon
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

O Dodge Challenger SRT Demon começa a ser entregue aos primeiros clientes em breve, trazendo os títulos de carro mais rápido produzido em série e, de acordo com a fabricante, o primeiro dragster que você pode comprar, pronto para acelerar no quarto de milha (400 metros). De fato, o cupê e seu motor V8 supercharged rende insanos 852 cv de potência e 106,4 kgf.m de torque, que possibilitam sair da imobilidade e percorrer 400 m em 9,65 segundos, a uma velocidade de 225 km/h.

icon photo
Legenda: Dodge Challenger SRT Demon
Crédito: Dodge Challenger SRT Demon

Equipado de série com pneus dianteiros estreitos, apropriados para as tradicionais corridas de arrancada norte-americanas, o Demon não é um carro convencional, embora seja homologado para rodar normalmente em vias públicas. Com tanta força disponível, pode representar uma ameaça até mortal para quem não souber manejá-lo como se deve. Por isso mesmo, a Dodge preparou um formulário de três páginas que o proprietário deve assinar, certificando-se dos perigos que pode correr.

Dentre vários itens, o documento diz que o comprador deve esta ciente de não usar o modo “Pista”, que libera toda a potência do Demon, em vias públicas. Além disso, o cliente deve marcar que está ciente que não deve levar passageiros porque o carro vem da fábrica sem o banco traseiro, que pode ser instalado opcionalmente ao encomendar o veículo. Porém, se essa opção não for exercida no ato, o proprietário se compromete, no referido termo, a não colocar o assento em uma empresa terceirizada “por questões de segurança”.

icon photo
Legenda: Dodge Challenger SRT Demon
Crédito: Dodge Challenger SRT Demon

Além de prevenir possíveis ações judiciais de clientes que venham a se acidentar ao volante do Challenger SRT Demon, o documento é uma espécie de manual de instruções para domar o “muscle car”, trazendo orientações, por exemplo, de não usar os pneus para corrida de arrancada em temperaturas abaixo de -9º C, pois isso pode danificá-los.

O Demon tem preço inicial de US$ 86.090 (cerca de R$ 288 mil na conversão direta) e terá apenas 3,3 mil unidades produzidas - 3.000 para os Estados Unidos e 300 para o Canadá.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors