O Phantom Drophead da Rolls-Royce

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. O Phantom Drophead da Rolls-Royce
Karina Autopress
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- A Rolls-Royce estará mostrando seu novo Phantom conversível Drophead ao público no Salão de Detroit a partir do dia 7 agora. Uma interpretação menos formal do sedã do mesmo nome, o novo veículo usa a rigidez de um chassi espacial em alumínio e casa tecnologia muito moderna com uma carroçaria conversível bastante lisa e aerodinâmica.

Como todo Rolls-Royce, este mantém seu estilo clássico de capô longo, rodas de grande diâmetro, balanço dianteiro curto e traseiro longo e a tradicional linha lateral descendente.

O designer chefe da empresa, Ian Cameron, diz: “Este carro nos deu uma chance de pensar a respeito da própria razão de ser de um carro aberto e em especial do que ela significa para a Rolls-Royce. Acima de tudo, estávamos determinados a torná-lo uma alegria para a vida de seu comprador e o ‘engenheiramos’ para dar anos de serviço tranqüilo a nosso cliente”.

Inúmeros equipamentos vistos pela primeira vez no conversível-conceito 100EX de 2004 estão no cupê conversível Phantom. Dois dos mais visualmente extraordinários são o capô e a coluna A em aço escovado e o revestimento em madeira teca da cobertura da capota conversível quando arriada. O painel do capô é primeiramente escovado a máquina para garantir uma granulação uniforme, antes de ser totalmente polido a mão com a aplicação cuidadosa de uma série de óleos diferentes, para preservar um acabamento natural e um lustre de longa vida, que é tão bonito quanto resistente ao tempo.

Portas que abrem à frente foram homologadas para o Drophead. Elas ampliam consideravelmente o acesso ao banco traseiro e melhoram a estética global. Exclusiva do Rolls-Royce, elas transformam a aparência do conversível, com um perfil lateral que lembra clássicos carros esporte da década de 1960. Crucialmente, elas também adicionam resistência torcional à carroçaria, já que, sendo articuladas atrás, permitem o uso de uma coluna A integral, sem interrupção.

A bagagem vai no que a R-R chama de um porta-malas de piquenique: um compartimento que abre em duas seções, dando acesso fácil a 315 litros de espaço. A tampa inferior, quando rebaixada, transforma-se numa plataforma sobre a qual estão confortáveis bancos para dois adultos. O cuidadoso trabalho de engenharia da capota fez com que ela ocupe muito pouco espaço quando arriada, deixando um porta-malas praticamente inalterado, quer esteja ereta ou arriada.

A capota em tecido cashmere é a maior de qualquer conversível moderno e seu isolamento acústico é, nas palavras de Rolls-Royce, “exemplar”. Cinco camadas de material garantem que o compartimento de passageiros se mantém um local sereno, mesmo a altas velocidades.

O chassi espacial em alumínio é talvez o componente mais significativo na manutenção do legendário refinamento da marca. Leve e excepcionalmente resistente, impacta positivamente no conforto, na estabilidade e no conforto. Totalmente feito a mão, inclui 140 metros de solda. A potência é entregue pelo mesmo motor V12 naturalmente aspirado de 6,75 litros do sedã e dá uma aceleração de zero a cem em 5,7 segundos.

O chairman e executivo-chefe da Rolls-Royce Motor Cars, Ian Robertson, diz: “O Phantom Drophead Coupé marca o próximo capítulo de nossa história. Enquanto o sedã continua como o modelo topo de linha, o Drophead nos leva numa direção mais informal, atraindo novos compradores à marca. Nos próximos anos, muitos outros modelos reforçarão ainda mais a companhia.”

Leia outras colunas de José Luiz Vieira aqui
________________________________

Receba as notícias mais quentes e boletins de manutenção de seu carro. Clique aqui e cadastre-se na Agenda do Carro!
________________________________

E-mail: Comente esta coluna

Envie essa coluna para uma amigoa
________________________________
José Luiz Vieira é engenheiro automobilístico e jornalista, diretor de redação da revista Carga & Transporte e do site TechTalk www.techtalk.com.br, sócio-proprietário da empresa JLV Consultoria e um dos mais respeitados jornalistas especializados em automóveis do Brasil. Trabalhou como piloto de testes em várias fábricas e foi diretor de redação da revista Motor3. E-mail: joseluiz@jlvconsultoria.com.br

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors