Slide revela os lançamentos da Volkwagen até 2020

Além do Virtus, da nova Saveiro e do SUV compacto T-Cross, marca terá pelo menos outros 2 utilitários inéditos no Brasil

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Slide revela os lançamentos da Volkwagen até 2020
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Em um jantar para jornalistas na Argentina para a apresentação do novo Virtus, a Volkswagen acabou revelando os futuros lançamentos da marca para a região, incluindo o Brasil, até 2020. O slide com 18 modelos foi fotografado pelo repórter Guido Antonelli, da revista "Motorpress Auto" e publicado na conta do Twitter do jornalista - imagem que você vê reproduzida aqui.

icon photo
Legenda: Roadmap Volkswagen 2020 Guido Tonelli
Crédito: Roadmap Volkswagen 2020 Guido Tonelli

A foto traz alguns carros que chegaram recentemente ao mercado, como o novo Polo, lançado no Brasil em novembro, e as versões Extreme e Connect do Fox, nas concessionárias desde setembro. Além disso, a apresentação mostra o Virtus, sedã do Polo que estreia no Brasil no começo de 2018, com fabricação em São Bernardo do Campo, assim como o a nova geração do hatch no qual é baseado. A novidade para o Polo e o Virtus é que ambos vão receber, entre 2018 e 2019, a versão esportiva GTS - só falta saber se manterão o motor 1.0 TSI turbo de 128 cv das configurações topo de linha convencionais ou irão contar com a unidade 1.4 TSI turbinada de 150 cv que equipa Golf, Jetta e alguns modelos da Audi, como A3 Sedan e Q3.

NOVA FAMÍLIA DE SUVS

icon photo
Legenda: volkswagen t-cross breeze 3
Crédito: volkswagen t-cross breeze 3

O slide da Volks também confirmou algumas informações que já tinham sido antecipadas pela reportagem do WM1, como o lançamento do SUV compacto T-Cross, que será construído sobre a mesma matriz modular MQB do Polo e do Virtus, além de uma picape a ser lançada por volta de 2019 com a mesma base - a novidade aqui é que a montadora revelou que essa picape será mesmo a nova Saveiro - porém maior e mais tecnológica que a atual, com porte semelhante ao da Fiat Toro. Na foto acima, o conceito T-Cross Breeze, exibido no Salão do Automóvel de São Paulo em 2016 e que dará origem ao T-Cross produzido em série, com capota fixa.

icon photo
Legenda: Volkswagen Tiguan
Crédito: Volkswagen Tiguan

Ficando no terreno dos utilitários esportivos, a Volkswagen prepara outras novidades para esse segmento. Além do novo Tiguan (foto acima), que desembarca no Brasil por volta de março do ano que vem importado do México e pela primeira vez com espaço para sete ocupantes, a VW também vai produzir no Brasil até 2020 um SUV menor ainda que o T-Cross para substituir o CrossFox - identificado pelo codinome A0 CUV, esse modelo, ao que indica, também será montado com base em uma variação mais compacta da matriz MQB.

icon photo
Legenda: 2018 volkswagen atlas
Crédito: 2018 volkswagen atlas

E tem mais SUV da Volks vindo aí: o slide da fabricante mostra que a VW também vai comercializar até 2020 no Brasil e na Argentina o Tarek, utilitário posicionado entre o T-Cross e o Tiguan que terá fabricação no país vizinho e, segundo rumores não confirmados, iria se chamar Tharu. Para completar, ao menos para a Argentina a companhia vai importar o grandalhão Atlas (foto acima), também montado sobre a base MQB no México com porte maior que o do Touareg, porém menos sofisticado - e mais barato.

NOVA GERAÇÃO DO JETTA

icon photo
Legenda: Teaser Volkswagen Jetta 2019 Canadá
Crédito: Teaser Volkswagen Jetta 2019 Canadá

O slide também mostra novidades para o Golf, que no primeiro semestre de 2018 vai receber a reestilização lançada na Europa há pouco mais de um ano, mantendo a fabricação no Brasil e ganhando versões elétrica e híbrida, seguido pela perua Golf Variant, importada do México. Também haverá atualizações para a picace Amarok, que ganha em breve opção de motor turbodiesel V6, e para o sedã médio-grande Passat.

Mas, dentre os lançamentos citados logo acima, o principal será o novíssimo Jetta, cuja segunda geração vai ser revelada em janeiro no Salão de Detroit, nos Estados Unidos, também utilizando a polivalente matriz MQB, que vai deixar o sedã médio maior, mais leve e tecnológico, agregando tecnologias de assistência à condução e tecnologias já presentes no novo Polo e no Golf europeu, como painel digital colorido de alta resolução. A fabricação continuará em solo mexicano. Na foto acima, o teaser divulgado há alguns dias do novo Jetta pelo site canadense da Volks.

GOL SOBREVIVE

icon photo
Legenda: Volkswagen Gol Comfortline 1.0
Crédito: Volkswagen Gol Comfortline 1.0

Modelo de entrada da Volkswagen após o reposicionamento de preços do Up, o Gol e o sedã Voyage não serão esquecidos e, possivelmente já em 2018, vão ganhar uma atualização cuja principal novidade será a troca do câmbio automatizado I-Motion pela transmissão automática AQ da Aisin, a mesma do novo Polo e que utiliza seis marchas - essa informação é revelada pela sigla AQ que aparece ao lado do nome do hatch e do sedã no slide.

Em 2020, será a vez do Gol e, provavelmente, Voyage ganharem efetivamente uma nova geração, identificada na apresentação com o código A00 e a inscrição "Sucessor do Gol". O carro deverá manter o nome, considerando que foi o mais vendido do Brasil por 27 anos seguidos, e também terá construção sobre uma variação da base MQB. Assim como a Volks anuncia o novo Polo como um "mini Golf",  o Gol poderá ser apresentado como o "mini Polo".

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors