F1: Schumacher vence o GP do Bahrein

Alemão tem 100% de aproveitamento na temporada; Barrichello é 2º
  1. Home
  2. Salões
  3. F1: Schumacher vence o GP do Bahrein
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- O alemão Michael Schumacher, da Ferrari, venceu o Grande Prêmio do Bahrein, 3ª etapa do Mundial de Fórmula 1 2004 – e primeira corrida na história disputada no Oriente Médio.

Com a vitória, o hexacampeão mantém 100% de aproveitamento nesse início de temporada – Schumacher venceu as provas da Austrália e Malásia – e dispara na liderança do campeonato, com 30 pontos, rumo ao seu sétimo título na categoria. Esta foi a vitória de número 73 na carreira de Schumacher.

O brasileiro Rubens Barrichello chegou em segundo, fazendo a segunda dobradinha da equipe italiana em 2004 – a primeira acontecera na Austrália. Com o segundo lugar, Barrichello segue na vice-liderança do campeonato, com 21 pontos – nove atrás de Schumacher.

Boa performance exibiu o inglês Jenson Button, da BAR, repetiu o resultado da Malásia e terminou na terceira colocação, subindo ao pódio pela segunda vez na carreira. Button passa a ocupar o terceiro lugar no Mundial, com 15 pontos. Seu companheiro, o japonês Takuma Sato, envolveu-se em um incidente com Ralf Schumacher, da Williams, mas recuperou-se e chegou em quinto. A consistência da BAR – que corre com motores Honda – a coloca em terceiro lugar no campeonato de construtores ao lado da Williams com 19 pontos. Ross Brawn, diretor técnico da Ferrari, afirmou que o time é uma “ameaça” a se observar em 2004.

A Renault é a nova segunda colocada entre os construtores, graças ao quarto lugar de Jarno Trulli e ao sexto de Fernando Alonso, com 22 pontos.

Os outros dois brasileiros na Fórmula 1, Cristiano da Matta, da Toyota, e Felipe Massa, Sauber, chegaram na 10ª e 12ª colocação, respectivamente.

Barrichello é multado em US$ 10 mil
O piloto brasileiro Rubens Barrichello, da Ferrari, foi multado em US$ 10 mil pelos comissários do GP do Bahrein, terceira etapa do Mundial de F-1, que foi disputado neste domingo no circuito de Sakhir.

A punição foi dada por uma manobra imprudente realizada pelo brasileiro durante uma parada nos boxes: na saída, ele não percebeu a chegada de Jarno Trulli e quase bateu sua Ferrari na Renault do italiano.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors