São Paulo tem investimento para novo autódromo

  1. Home
  2. Salões
  3. São Paulo tem investimento para novo autódromo
Rodolpho Siqueira
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- O presidente do Grupo Projeção, Walter Derani e o também empresário Antônio Ermírio de Moraes Filho se uniram para construir, no município de Cabreúva, junto à Rodovia Marechal Rondon e a cerca de 15 quilômetros da Rodovia dos Bandeirantes, um novo complexo automobilístico. O projeto, que recebeu o nome de SP Races algo como “Corridas em São Paulo”, tem o aval da Confcaptionação Brasileira de Automobilismo CBA e receberá investimento inicial de R$ 42 milhões. Porém, estima-se que, até sua finalização, o aporte de capital chegue a R$ 100 milhões. O complexo deverá ocupar área de 2,1 milhões de metros quadrados, quase duas vezes o tamanho do Autódromo de Interlagos.

Caso a iniciativa realmente se concretize, São Paulo, principal berço do automobilismo brasileiro, terá finalmente uma opção para pilotos e equipes. Pode parecer pouco, mas um segundo autódromo dentro do Estado que mais concentra pilotos, indústrias automobilísticas, patrocinadores e equipes realmente terá muito a ganhar com um novo circuito, pois a pista de Interlagos há décadas sofre com um cronograma sobrecarregado e, pior ainda, com o sempre longo e daninho fechamento visando a preparação para receber a Fórmula 1 – que já privou eventos nacionais, como a tradicional Mil Milhas, de serem realizados.

Na década de 90, quando a pista passou pela reforma que reduziu seu tamanho para as dimensões atuais, eliminando alguns de seus trechos mais emocionantes, até mesmo o kartódromo – um verdadeiro berçário de talentos de nível internacional – ficou fechado por longo período, usado como depósito e estacionamento de máquinas de construção.

Os investidores do SP Races preparam documento a ser submetido à análise do Departamento Estadual de Proteção aos Recursos Naturais DPRN, da Secretaria Estadual do Meio Ambiente. Em seguida, o processo entrará em fase de aprovação no âmbito do Estudo de Impacto Ambiental EIA e Relatório de Impacto Ambiental RIMA. Será submetido ao DPRN projeto completo, com soluções e alternativas prévias.

O objetivo é dar início às obras tão logo o EIA e o RIMA sejam aprovados, com expectativa de que o circuito esteja pronto para iniciar suas operações em 10 ou 12 meses após a aprovação do projeto pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo.

Os investidores pretendem dotar o SP Races de diversos apêndices visando tornar o completo rentável – um grande problema para os autódromos do mundo inteiro. A princípio, ele contará com parque temático infantil, shopping, centro de convenções, simuladores de corrida configurados com a sua própria pista, automodelismo, autorama e hotel, dentre outras atrações. Também terá circuitos para competições de velocidade no asfalto pista de 4,2 mil metros em sua maior configuração e na terra e kart, pista de arrancada e para a realização de testes de desenvolvimento de automóveis. Há, ainda, a “Driving Experience”, que permitirá a qualquer pessoa com licença da CBA usufruir as pistas, utilizando carro próprio ou alugado no local. Será permitida a entrada nas pistas de qualquer pessoa como acompanhante, desde que tenha assinado termo de responsabilidade.
_______________________________
E-mail: Comente esta matéria


Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors