Super Clio: Elias Jr. aprova novo carro

  1. Home
  2. Salões
  3. Super Clio: Elias Jr. aprova novo carro
Rodolpho Siqueira
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- O piloto carioca Elias Júnior WebMotors foi o segundo mais veloz nos treinos da manhã desta sexta-feira no circuito de Campo Grande MS visando a etapa de estréia de uma nova categoria: o Campeonato Brasileiro de Renault Super Clio, que promete ser um novo sucesso no esporte automobilístico nacional. Com um bólido totalmente projetado especificamente para competição e com um custo menor segundo os próprios pilotos que a Stock Car Light, a Super Clio pretende atrair tanto pilotos experientes das modalidades do tipo Turismo caso da Stock quanto dos torneios disputados com carros do tipo Fórmula – a exemplo da Fórmula 3 ou da Fórmula Renault. Campeão da Copa Clio em 2003, Elias se encaixa no grupo dos experientes pilotos de Turismo: “Este carro é uma delícia de se pilotar. Mas ainda temos que melhorá-lo muito, pois ainda está em seu início de vida”, resumiu o piloto carioca. “É um verdadeiro carro de corridas: entra forte nas curvas, retoma bem e tem um ótimo equilíbrio. Acho que teremos um campeonato muito interessante”, continuou o piloto da WebMotors.

Para Elias, uma grande diferença entre o Super Clio e o Clio de corridas que pilotou até o ano passado está na tração: “O Clio é baseado no modelo vendido para o público e tem tração dianteira”, diz ele. “Já o Super Clio foi pensado para ser um carro de corridas puro-sangue e tem tração traseira, o que otimiza o equilíbrio e o controle por parte do piloto e torna as reações dos dois bólidos totalmente distintas – às vezes, são até opostas”, detalha Elias Júnior.

Outra distinção importante em termos de pilotagem está justamente no que mais importa: a velocidade. “Aqui em Campo Grande, o carro da Copa Clio atinge uma velocidade máxima de 175 km/h”, conta o piloto da WebMotors. “O Super Clio chega aos 210 km/h. Só isso já mostra como as reações de ambos são bem distintas, especialmente no contorno de curvas: por ser bem mais rápido o Super Clio deixa muito menos tempo para o piloto reagir ou raciocinar, pois percorre a curva com eficiência bem maior. O Clio, que também é divertido de se pilotar, é mais lento nas curvas e também nas retomadas. São detalhes que fazem toda a diferença quando se está ao volante na pista”.

O piloto da WebMotors diz ainda que a nova categoria oferece um desafio para todos que estão estreando agora juntamente com o torneio: “Quem vem da Clio, como eu, ou de outras categorias do tipo Turismo tem que esquecer o que fazia antes ao volante pois as reações e necessidades do Super Clio são totalmente distintas. Já quem tem formação em categorias do tipo Fórmula pode até levar alguma vantagem pelas reações destes carros terem alguma semelhança com as do Super Clio, mas eles também terão que aprender muito”, diz Elias Júnior. No início da década os pilotos da Stock Car passaram por um choque semelhante quando deixaram os antigos Vectra baseados em veículos de produção para adotar um chassi tubular ‘vestido’ com carenagem simulando o carro da GM. Essa transformação é um dos motivos do atual sucesso da Stock, pois o novo carro e sua maior adequação ao automobilismo esportivo.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors