Will Power fatura a primeira edição da São Paulo Indy 300

A prova, disputada em um circuito de rua, foi encerrada após duas horas de duração
  1. Home
  2. Salões
  3. Will Power fatura a primeira edição da São Paulo Indy 300
Autoracing
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Apesar dos percalços, foi encerrada com sucesso a primeira edição da São Paulo Indy 300. A prova, disputada em um circuito de rua montado no Anhembi, foi encerrada após duas horas de duração e não com 75 voltas, tendo Will Power Penske como vencedor.

Ryan Hunter-Reay Andretti chegou em segundo e Vitor Meira Foyt completou o pódio. Raphael Matos Luczo Dragon/De Ferran ficou em quarto, Dan Wheldon Panther em quinto, Scott Dixon Ganassi em sexto e Dario Franchitti Ganassi em sétimo.

Entre os demais brasileiros, Hélio Castroneves Penske foi nono e Tony Kanaan Andretti o décimo, com ambos tendo feito corridas de recuperação. Mario Moraes KV abandonou, assim como Mario Romancini Conquest. Bia Figueiredo Dreyer & Reinbold estreou com um 13º lugar.

Os problemas começaram no sábado, quando o trecho da Reta do Sambódromo provocou queixas dos pilotos devido a ondulações e superfície mais lisa do que o recomendado. A organização da prova trabalhou duro na noite de sábado e conseguiu melhorar a pista, proporcionando a realização tanto do treino classificatório como da corrida.

A largada foi dada no horário marcado, com Franchitti mantendo a liderança seguido por Alex Tagliani Fazzt. Uma grande confusão, causada por Takuma Sato KV provocou a primeira bandeira amarela e um grande susto. O japonês rodou na poeira da Reta do Sambódromo e atingiu Dixon e Helio Castroneves, que precisou ir aos boxes para reparos.

Mas o susto mesmo veio mais atrás. Mario Moraes KV perdeu o controle do carro após o primeiro acidente e "subiu" no bólido de Marco Andretti, que felizmente escapou ileso. A paralisação durou oito voltas, sendo sucedida por mais 14 passagens em alta velocidade.

A maioria dos pilotos aproveitou a segunda bandeira amarela, causada por Milka Duno Dale Coyne, para a realização de pit stop. Franchitti perdeu a liderança momentaneamente para Simona di Silvestro HVM, que tinha uma tática diferente. Enquanto isso, Tony Kanaan Andretti ganhava terreno e se posicionava em quarto. Na relargada, Hunter-Reay pulou para primeiro, seguido por Franchitti. Kanaan foi envolvido em um toque entre Tagliani e Wheldon e perdeu praticamente uma volta.

Em seguida, a chuva começou a cair com força, a bandeira amarela foi acionada para retirar o carro de Alex Lloyd Dale Coyne e, na 35ª volta, a direção de prova optou pela interrupção do evento. Foram cerca de 40 minutos de paralisação, até que água deu uma trégua e a atividade foi recomeçada, com todos os competidores já calçados com pneus para chuva.

Muitos pilotos aproveitaram o recomeço da prova para recolocar os compostos lisos, já que a chuva havia cessado. Outros, como Franchitti e Dixon, preferiram esperar um pouco mais e acabaram pagando caro. Após todas as paradas, Hunter-Reay estava na frente, seguido pelas Penskes de Ryan Briscoe e Will Power.

Briscoe fez duas tentativas até finalmente superar Hunter-Reay. O australiano, no entanto, cometeu um erro e bateu nos pneus a 12 minutos do final, provocando mais uma bandeira amarela. Mario Romancini havia batido um pouco antes, mas o brasileiro conseguiu chegar se arrastando aos boxes.

Após a relargada, Power foi para cima de Hunter-Reay e assumiu a liderança em definitivo, restando quatro minutos para a bandeirada. Na briga de brasileiros, Vitor Meira ultrapassou Raphael Matos, obtendo a vaga final no pódio.

Classificação da prova:

1 Will Power AUS/Penske, 2h00min58s ou 61 voltas
2 Ryan Hunter-Reay EUA/Andretti, a 1s8581
3 Vitor Meira BRA/A.J.Foyt, a 9s7094
4 Raphael Matos BRA/De Ferran Luczo Fragon, a 10s4235
5 Dan Wheldon ING/Panther, a 10s8883
6 Scott Dixon NZL/Chip Ganassi, a 11s3473
7 Dario Franchitti ESC/Chip Ganassi, a 12s0579
8 Mike Conway ING/Dreyer & Reinbold, a 12s1654
9 Helio Castro Neves BRA/Penske, a 12s7411
10 Tony Kanaan BRA/Andretti, a 13s4850
11 Justin Wilson ING/Dreyer & Reinbold, a 13s9193
12 Ernesto Viso VEN/KV, a 16s9039
13 Bia Figueiredo BRA/Dreyer & Reinbold, a 19s6451
14 Ryan Briscoe AUS/Penske, a 1min14s9191
15 Danica Patrick EUA/Andretti, a 1 volta
16 Simona de Silvestro SUI/HVM, a 3 voltas
17 Mário Romancini BRA/Conquest, a 15 voltas
18 Alez Lloyd ING/Dale Coyne a 31 voltas
19 Alex Tagliani CAN/Fazzt, a 33 voltas
20 Hideki Mutoh JAP/Newman-Haas-Lanigan, a 34 voltas
21 Milka Duno VEN/Dale Coyne, a 41 voltas
22 Takuma Sato JAP/KV, a 61 voltas
23 Marco Andretti EUA/Andretti, a 61 voltas
24 Mario Moraes BRA/KV, a 61 voltas

_________________

Twitter
_________________

Gosta de esportivos?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas:

Aston Martin

Porsche

Ferrari

Lamborghini

Leia também:

Shelby American traz GT350 de volta à vida

Por US$ 2 milhões, DiMora Natalia SLS 2 chega em 2011

Fenix Automotive criará supercarro mais em conta

Cadillac entrega 564 cv para o CTS-V domar

Aston Martin apresenta o Cygnet, seu caçula japonês

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors