F1094dd9 7914 420a Bf59 6613ece8dd6b 630x386 2 0

Busca status? Audi A3 Sedan 1.4

Modelo chega por R$ 94.800 e aposta na força das ‘quatro argolas’ para conquistar consumidor cansado dos sedãs médios tradicionais


  1. Home
  2. Testes
  3. Busca status? Audi A3 Sedan 1.4
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon


Nunca antes na história deste país, um comprador de Toyota Corolla topo de linha teve a opção de passar em uma concessionária e sair vestindo algo teoricamente mais premium, tipo um Audi. Desde o início deste mês, o marca alemã traz para o Brasil o A3 Sedan com motor 1.4 TFSI de 122 cv de potência por R$ 94.800, R$ 1.900 a mais que a configuração Altis do best-seller sedã médio japonês (R$ 92.900).

 

Com a chegada desta opção mais em conta do sedã, estimulada pela boa aceitação da configuração com motor 1.8 TFSI de 180 cv, o objetivo da Audi é ampliar em 2.000 unidades o número de emplacamentos no País neste ano, chegando ao total de 10.000 no período. Números arrojados para quem em 2013 vendeu 6.691 veículos, de acordo com a Fenabrave (Fcaptionação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

 

Além da versão de entrada, o A3 Sedan 1.4 oferece configuração Attractive por R$ 99.900. Ambas têm o mesmo acabamento (materiais agradáveis ao toque e peças bem encaixadas) e são equipadas com ar-condicionado, sete air bags (frontais, laterais, tipo cortina e de joelhos para o motorista), direção elétrica com assistência variável, travas e vidros elétricos, rádio MMI com tela de 5.8 polegadas, freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem, controles de tração e estabilidade, e tecnologia start-stop.

 

A diferença é que o Attraction entrega a mais, por R$ 5.100, volante multifuncional revestido em couro com shift-paddles (famosas ‘borboletas’), Audi Sound System, Audi Music Interface e conexão Bluetooth. Para esta configuração estão disponíveis dois kits de opcionais: Pacote Conforto, que acrescenta teto-solar, sensor de estacionamento traseiro e bancos revestidos em couro por R$ 10.000, e Pacote de Entretenimento por R$ 9.900, que traz rádio MMI Plus com sistema de navegação, tela de 7 polegadas, tecnologia MMI Touch, leitor para DVD e comando de voz em português brasileiro. Destaque para o recurso que permite ler pela tela e-mails e SMSs ou fazer com que o próprio sistema leia, em qualquer idioma, as mensagens.

 

Por fora, as duas versões são idênticas. Até mesmo o desenho das rodas de liga leve de 16 polegadas (pneus 205/55) é igual. Para ambas estão disponíveis 13 cores – metálicas e perolizadas têm acréscimo no preço de R$ 1.000.

 

Rodando

O motor 1.4 TFSI a gasolina de 122 cv agrada, mas não empolga. Quer desempenho? Então pense na configuração 1.8 TFSI (parte de R$ 118.200) de 180 cv – ou espere mais um pouco para encara o S3 Sedan, que está confirmado para desfilar no Brasil com seus 300 cv de potência. Os 20,4 kgmf de torque máximo disponíveis entre 1.400 e 4.000 rpm são suficientes para boas acelerações e retomadas. De acordo com a Audi, o A3 Sedan 1.4 acelera de 0 a 100 km/h em 9,4 segundos (tempo apenas razoável) e atinge a velocidade máxima de 212 km/h.

 

Ponto positivo para o excelente funcionamento do câmbio automatizado de dupla embreagem S Tronic de 7 marchas, que oferece opções de trocas pela alavanca ou aletas atrás do volante, no caso da configuração Attraction. Esta transmissão conta com Dynamic Shift Program, que oferece até 10 programas de trocas de marchas, que se adaptam de acordo com a maneira que o motorista está dirigindo.  No anda e para do pesado trânsito paulistano, a caixa efetua as mudanças – suas e praticamente imperceptíveis – em baixas rotações.  Quando entramos na Rodovia dos Bandeirantes e exigimos mais do acelerador, com uma tocada mais esportiva, as trocas passaram a acontecer em rotações mais elevadas.

 

A suspensão firme agrada por não comprometer o conforto ou a dirigibilidade. Conforto, aliás, para os que viajam como passageiros. Internamente, o Audi de 4,45 metros não chega a ser um latifúndio, mas os 2,63 metros de distância entre os eixos são ‘ok’ para pessoas com cerca de 1,80 metro que pegam uma carona no banco traseiro. A queda do teto, no entanto, pode incomodar um pouco os grandalhões. Destaque para os adequados 425 litros do porta-malas, que podem pular para 880 litros com os bancos rebatidos (equivalente ao do Audi Q7).

 

O A3 Sedan 1.4 é interessante para quem busca ‘status’ em detrimento às japonesas dominantes do segmento dos sedãs médios – especialmente Toyota Corolla em sua versão topo de linha Altis. No entanto, não chega a ser algo de outro mundo, principalmente pelo fato de existirem outras opções também interessantes, tanto em custo-benefício quanto desempenho, como Ford Fusion 2.5 Flex (R$ 98.700), Volkswagen Jetta Highline 2.0 TSI (R$ 92.890)... 

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors