Com jeitão familiar, Volkswagen Jetta agrada a gregos e troianos

De olho no público que consome carros de luxo, marca alemã aposta na perua que usa a base do Golf de 5ª geração


  1. Home
  2. Testes
  3. Com jeitão familiar, Volkswagen Jetta agrada a gregos e troianos
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- O WebMotors foi conferir de perto como anda a Volkswagen Jetta Variant, que começa a ser comercializada a partir de abril por um valor sugerido de R$ 91,94 mil. O automóvel importado do México tem bons argumentos para conquistar o consumidor brasileiro que consome carros de luxo.

Para fazer o test-drive, a Volkswagen elaborou um circuito misto com trechos de pisos variados em rodovias e cidades. O Jetta Variant tem vários pontos positivos que exigem um preço alto para serem aproveitados. Aquela história de que cavalo maior come mais pode ser bem aplicado neste caso. Em um percurso de 350 km o Jetta fez uma média de 7 km/l. O consumo médio divulgado pela Volkswagen é de 11,9 km/l.

Mas justiça seja feita, o motor de 2,5 litros, com 5-cilindros em linha, de 170 cv, instiga a uma pisada mais forte. Por isso, deve-se considerar que a avaliação foi feita em condições mais arrojadas, porém, sem desrespeitar os limites de velocidade.

A vontade de comer o asfalto do Jetta é nítida quando o propulsor declara que ele pode levar o motorista aos 100 km/h em 9,2 s. Quem ajuda o bom funcionamento do conjunto todo é o câmbio Tiptronic de seis velocidades. Ainda durante o test-drive houve uma leve discussão entre três jornalistas especializados, com idade média de 26 anos. “Os câmbios automáticos mais evoluídos podem substituir o prazer de uma caixa manual?”. O ultimato final foi de que o Tiptronic pode sim ser tão prazeroso quanto uma transmissão manual.

Com 1.466 kg, em ordem de marcha, o Jetta tem uma relação peso-potência de 8,6 kg/cv. A velocidade máxima, controlada eletronicamente, é de 205 km/h e o torque é de 24,5 kgm a 4.250 rpm.

Sem passar por apertos
A suspensão dianteira independente do tipo McPherson com molas integradas deixam o Jetta grudado no chão. A parte traseira composta por Multilink independente com braço transversal também garantem a estabilidade em qualquer situação. Em um curto trecho de terra ficou claro que a perua não foi construída para a prática off-road.

A eletrônica embarcada é fundamental para deixar o automóvel seguro. O botão que desativa o EPS Programa Eletrônico de Estabilidade fica no console em um local de fácil acesso. O recurso acionado é fundamental para controlar o modo arisco de funcionamento do motor. O sistema de freio conta com EBD e ABS, os discos dianteiros são ventilados de 288 mm e os traseiros sólidos de 260 mm.

Agradando aos gregos e troianos
A preparadora européia Abt fez uma versão do Jetta Variant para lá de irada. O interessante é que o Jetta consegue ser um automóvel despojado sem perder o estilo tradicional. Coisas que qualquer amante de um bom afinamento tuning ele tem. Rodas de liga leve de 17” com pneus 225/45, banco de couro como opcional e disqueitera com leitor de MP3 para seis CDs. O sistema de som é um caso a parte. Os 10 alto-falantes são distribuídos conforme a arquitetura do automóvel. O grave e o agudo não atravessam os tímpanos em momento algum. Ele é suficiente para ouvir de música clássica ao o mais puro rock progressivo.

O desenho do aparelho instalado ao console central é bem conservador, porém funcional. A tela de LCD mostra todas as funções e os botões imitando rádios a válvulas são de fácil manuseio.

Puro sangue come mais que pangaré

Um pneu do Volkswagen Jetta Variant custa R$ 350, enquanto o de um Gol custa R$ 120. Para pagar o IPVA do Jetta no município de São Paulo são necessários cerca de R$ 3,6 mil por ano. O seguro do Volkswagen Jetta sedã ainda não há cotação para o Variant cotado ao mesmo valor da perua para uma pessoa de 40 anos, casado, fica em torno de R$ 6 mil.

Como equipamentos opcionais o Jetta tem teto solar panorâmico, faróis bi-xenon, lavador de faróis e revestimento dos bancos em couro. A Volkswagen não divulgou o valor dos acessórios. Mas só para se ter uma idéia de valores, o pacote composto por lâmpadas de xenônio e limpador de faróis custa para o Jetta sedã R$ 5,18 mil. O pacote denominado pela marca alemã de Luxo Brasil tem um preço sugerido de R$ 4 mil. Comandos para ajuste de bancos e revestimento em couro. Veja como é fácil o Jetta Variant sair da concessionária por mais de R$ 100 mil. Não se esqueça de que o seguro é baseado no valor de mercado do carro, assim como o IPVA.

FICHA TÉCNICA – VW Jetta Variant




















MOTORQuatro tempos, cinco cilindros em linha, transversal, quatro válvulas por cilindro, refrigeração a água, 2.480 cm³
POTÊNCIA170 cv a 5.800 rpm
TORQUE 24,4 kgm a 4.250 rpm
CÂMBIOAutomático Tiptronic de seis velocidades
TRAÇÃO Dianteira
DIREÇÃO Hidráulica, servo assistida
RODAS Dianteiras e traseiras em aro 17” de liga-leve
PNEUS 225/45 R17
COMPRIMENTO 4,55 m
ALTURA 1,46 m
LARGURA 1,78 m
ENTREEIXOS 2,57 m
PORTA-MALAS 560 l
PESO em ordem de marcha 1.472 kg
TANQUE55 l
SUSPENSÃO Dianteira independente, tipo McPherson; traseira McPherson
FREIOS Discos ventilados na dianteira e discos na traseira
CORESNão informadas
PREÇO R$ 91,94 mil


Gosta de peruas médias?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas para esse segmento:

Toyota Filder

Fiat Marea Weekend

Peugeot 307 SW

Citroën Xsara Brake

Veja também:

SEGREDO! – Volkswagen Golf Variant

Mégane Grand Tour x Corolla Fielder

Mini ganha sua versão perua, a Clubman

SEGREDO! - Peugeot 207 SW

Renault mostra fotos do Koleos, seu primeiro SUV

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors