O único Mustang SVT Cobra do Brasil está à venda

Confira no nosso vídeo exclusivo tudo sobre essa raridade
  1. Home
  2. Vídeos
  3. O único Mustang SVT Cobra do Brasil está à venda
Iago Garcia
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon


A quarta geração do Mustang foi a primeira tentiva da Ford em resgatar a essência muscle car que o modelo conseguiu nas décadas de 60 e 70. Sempre com carroceria cupê ou conversível, a mudança começou aposentando os modelos quatro cilindros: como opção de motor apenas V6 na mais básica e o V8 de 4.6 litros.

Mas ainda assim, ela não é das mais celebradas na cronologia do Mustang. A exceção fica por conta da versão SVT Cobra. A divisão de performance subia a potência do V8 do Mustang de 215 cv para 305 cv, entre 1994 e 1998, e 320 cv, entre 1999 e 2001.

Mas o supra sumo da preparação da SVT no motor de 4.6 litros veio nos dois últimos anos de produção do modelo. Em 2003 e 2004 o For Mustang SVT Cobra recebia um Supercharger em cima do seu motor, elevando a potência para a casa dos 395 cv.

O Terminator, como é conhecido, teve cerca de 20 mil unidades produzidas apenas e uma delas está no Brasil e anunciado na WebMotors. Veja o vídeo abaixo e conheça mais dessa raridade:

Com envelopamento inspirado no Mustang de Vaughn Gittin Jr., da Fórmula Drift, Marco Bechelli, dono do carro e da custumizadora MT Customs, ainda preparou um veneno adicional para o SVT Cobra. Com o carro montado todo por ele dentro da sua oficina em Monte Aprazível, interior de SP, o nosso Mustang cresceu a potência dos 395 cv originais para 600 cv,

Os 205 cv adicionais foram extraídos através de uma reprogramação na central eletrônica do motor, que permitiu que o compressor mecânico injetasse mais pressão para os oito cilindros do Mustang. O coletor de admissão cresceu e o sistema de escape foi todo redimensionado por um kit de 2,5 polegadas da Magnaflow. Juntos, além de permitirem que o bloco respire melhor, transformam o ronco em um som bruto e inconfundível.

Toda a força é transimitida para as rodas traseiras pelo câmbio manual de seis marchas T56 da Tremec, que também equipa a primeira geração do Dodge Viper.

Para segurar esse monstro no chão a suspensão é fixa e feita pela Bilstein. Aliada aos pneus semislick da Falken e ao aerofólio GTWing feito em fibra de carbono, o Mustang é praticamente um carro de pista que pode andar na rua.

Fecham o pacote o kit de interior da Sparco, com volante revestido em camurça, bancos concha fixos e cintos de quatro pontos. Com mais de R$ 150 mil em preparação a pedida por essa máquina é de R$ 160 mil. 

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors