Civic Si será o último esportivo nacional?

Sedã lançado em 2007 com motor de 192 cv tem desempenho de arrepiar

  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Civic Si será o último esportivo nacional?
Renato Bellote
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon


 

Já falei aqui em outras oportunidades sobre a importância histórica dos esportivos nacionais, especialmente das décadas de 80 e 90. Naquela época, respeitados os padrões de desempenho, a indústria de esforçava para vender produtos para um mercado bastante concorrido.


Os anos se passaram e a fórmula foi esquecida pelas fábricas. Passamos a ter modelos “esportivados” e que, por sua vez, pareceram agradar a um público menos exigente. Mas – felizmente – existem as exceções. O Honda Civic Si é uma delas.


O ano de 2007 marcou sua chegada. Com um estilo considerado até mesmo discreto, trazia rodas de 17 polegadas, aerofólio e um pacote de fábrica sob o capô capaz de agradar qualquer entusiasta da velocidade. A sigla VTEC já era conhecida no meio e ganhou mais um capítulo.


Impressões ao volante


A impressão inicial é que o motor está sempre cheio. A transmissão tem engates curtos, o câmbio merece elogios e logo o ronco se sobressai, aquele som único de um bloco com essa configuração. Apesar de tudo, ele precisa ser provocado pra mostrar o melhor da festa.


Espetando as marchas logo o maior predicado o motor i-VTEC, de 2 litros, 16 válvulas e 192 cv aparece. Acima das 6.500 rpm a sensação se multiplica, o comando variável faz seu trabalho e o som do escape adquire uma nota incrivelmente nipônica. Ponto alto também para a facilidade do punta-tacco, essencial para uma pilotagem esportiva.  


A marca japonesa prometeu na última edição do Salão do Automóvel trazer a versão mais recente do carro e até levou um deles para exposição no estande. É esperar pra ver. Na próxima semana contarei a história de um mito italiano. Aguardem!

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors