Maria gasolina, sim, senhor!

Semana do Blush WebMotors: areia que cabe no nosso caminhão
  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Maria gasolina, sim, senhor!
Adriana Bernardino
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- “A mulher deve ser capaz de falar sobre veículos tão bem quanto um homem”. O comentário, não raro, costuma nascer de uma ou outra jornalista nos eventos relacionados ao segmento automotivo quando se discute o papel da mulher na editoria de automóveis. Será mesmo que a mulher pode desempenhar, no universo sobre rodas, tais papéis tão bem quanto o sexo masculino? Na opinião dos gestores deste site, não. Elas podem e devem ser tão talentosas quanto uma mulher. O que isso significa?

Tirando uma fina da polêmica que envolve a delicada questão de gêneros, mulheres e homens são planetariamente, dizem diferentes. “Normalmente, as mulheres são mais criativas, trazem soluções diferentes e não ficam apenas no convencional. Ao mesmo tempo, elas são mais detalhistas, atentas às minúcias, o que é extremamente importante para a qualidade”, diz André Santos, gerente de Produtos e Soluções Compartilhadas do site WebMotors.

Para Santos, “tratar de carros e motos tem sido cada vez menos um assunto essencialmente masculino. A WebMotors tem a missão de ajudar os interessados em veículo, de ser um ponto de encontro entre compradores e vendedores. Algo extremamente ligado a relacionamento, encontros, oportunidades. Nestes assuntos, a sensibilidade feminina é insuperável”, afirma.

Segundo o gestor, explorar a integração e complementaridade dos aspectos feminino e masculino é a base do sucesso da empresa. “Posso afirmar, sem dúvida, que a mistura de idéias, características, opiniões, perfil etc. é essencial a qualquer empresa moderna. A mistura e a diversidade fazem as coisas ficarem interessantes”, diz.

Maioria neste site, a expressiva presença feminina se reflete também no mercado de automóveis. “O papel atuante da mulher se mostra cada vez mais decisivo no processo de compra de um automóvel, seja enquanto compradora efetiva, seja na condição de influenciadora”, avalia José Onofre de Araújo Neto, vice-presidente da WebMotors.

Ainda segundo Araújo, “outro aspecto relevante tem sido a orientação das montadoras no sentido de, cada vez mais, buscarem desenhar produtos que atendam às necessidades do público feminino”.

O vice-presidente chama atenção para a incorporação de detalhes que tornam a vida da motorista mais fácil, como puxadores que não danificam as unhas, estofamentos que não rasgam a meia e muitos porta-trecos.

Apostando na presença feminina em papéis decisivos, Araújo ressalta que o site está em sintonia com a realidade de mercado. “Buscamos desenhar nossa proposta editorial de maneira a ser uma alternativa interessante também para o público feminino, que tem demonstrado grande aceitação por nossos produtos e serviços. Além de conteúdos específicos, ofereceremos informação que as apóie quanto às melhores alternativas de consumo de seus automóveis. Outro bom exemplo é a Agenda do Carro, programa gratuito de manutenção preventiva, que tem milhares de mulheres cadastradas”.

Pode-se dizer que mulheres que fazem a WebMotors são “Maria Gasolina”: só pensam em veículo durante o dia todo, só pensam em quem pensa em veículo, adivinham suas necessidades, falam, ajudam, escrevem, atendem. Enfim, tarefas muito simples para elas.


Difícil mesmo foi ter de se arrumar em cinco minutos para a foto surpresa desta matéria, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. Pularam batons, escovas e maquiagem. Afinal, elas vão mostrar de que a areia é feito nosso caminhão.

_______________________________


_______________________________



Leia mais sobre a Semana do Blush WebMotors:

As mulheres que fazem muita diferença nas pistas de corrida

De carona com Cláudia Campos: não sou mulher maravilha

Dicas para comprar, sem medo, um seminovo

Economista ensina técnicas de planejamento financeiro para você realizar seu sonho

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors