Maserati Tipo 151 é leiloado a preço de ouro na Suíça

Modelo raríssimo da marca italiana é vendido por 1,282 milhão de euros pela casa Bonhams em Gstaad
  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Maserati Tipo 151 é leiloado a preço de ouro na Suíça
Gustavo Ruffo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Os leilões de antigos estão mesmo com força total. Depois que, no início do ano, a RM Auctions vendeu nos EUA preciosidades como o Duesenberg Modelo SJ Cabriolet 1938 e o Plymouth Hemi Barracuda Convertible 1971 leia mais sobre esse carros fabulosos aqui, a tradicional casa de leilões Bonhams deu um novo dono a outro carro mítico, o Maserati Tipo 151 de 1962. E a quantia é tão alta quanto no caso dos americanos: 1,282 milhão de euros, cerca de R$ 3,5 milhões.

O leilão de Gstaad, na Suíça, um dos resorts de esqui mais badalados do mundo, é realizado todos os anos e sempre tem alguma jóia entre suas ofertas, mais de 30 só considerando carros antigos. Cerca de 87% das ofertas tiveram compradores, uma taxa alta de sucesso, considerando a modalidade de vendas e os valores envolvidos.

No caso do Maserati Tipo 151 na foto principal e o terceiro carro da lista ao lado, o preço inicial de vendas era a metade do valor estimado para a venda. O carro pertenceu ao time de Briggs Cunningham, que competiu na famosa prova francesa de Le Mans. O valor alto se deve, sem dúvida, à disputa pelo carro entre dois colecionadores, um dos EUA e um da Europa, que acabou sendo vencida pelo comprador americano.

Apenas três Maserati Tipo 151 foram fabricados e o que foi vendido é o último que restou inteiro. Todos foram feitos para competir em Le Mans em 1962: um deles para o coronel John Simone e os outros dois para Briggs Cunningham. A estrutura de treliça dava ao carro baixo peso, meros 895 kg, com carroceria de alumínio desenhada por Alfieri e construída por Gentilini e Allegretti, inspirada no Maserati 450S, um projeto de Zagato. Com motor de 3.944 cm³ de 360 cv, o Tipo 151 chegava a impressionantes 320 km/h.

Curiosamente, o leilão teve entre suas principais estrelas outros dois exemplares da marca italiana do tridente, como o Maserati Tipo 65 protótipo, que foi dirigido em Le Mans por Jo Siffert e Jochen Neerpasch a segunda foto de cima para baixo, vendido por 585 mil euros R$ 1,5 milhão, e o Maserati Tipo 63, também protótipo a primeira foto da lista ao lado, também construído para Briggs Cunningham, em 1961, leiloado por 450 mil euros R$ 1,2 milhão.

Além dos carros, há em Gstaad espaço para a venda de artigos relacionados ao mundo dos automóveis, chamados de “automobília”, como artefatos raros e interessantes. O bico do carro usado por Michael Schumacher no GP de Mônaco de 1996, por exemplo, custou a seu novo dono 13 mil euros R$ 35 mil; um troféu da Targa Florio de 1923 saiu por 9,4 mil euros R$ 25,5 mil e um jogo de seis carburadores Weber, específicos para o raro Ferrari 250 GTO ou para o 250 LM, atingiu a cifra de 10,5 mil euros R$ 28,4 mil.

Isso prova que, mais do que uma paixão, os carros antigos vêm se tornando cada vez mais um investimento. E um investimento dos bons!

Gosta de antigos raros?

Então veja abaixo as ofertas de preciosidades no WebMotors:

Mercedes-Benz 280 S

Mercedes-Benz 500 SEC

BMW 600

BMW 2002

Chevrolet Bel-Air

Chevrolet Fleetline

Chevrolet Ramona

Dacon Pag Nick

Dardo

Jaguar XJ6

Mercury Cougar

MG MGB GT

Oldsmobile F-85 Cutlass

Pontiac Formula 400

Pontiac GTO

Porsche 944Porsche Kremer

Santa Matilde

Leia também:

Sobre Quatro Rodas

Roncaço de motores boxer

Clássicos de Competição homenageia antigos

O fino dos leilões: Duesenberg e muscle cars

Novo Uirapuru: o retorno de um mito

________________________________

Receba as notícias mais quentes e boletins de manutenção de seu carro. Clique aqui e cadastre-se na Agenda do Carro!
_______________________________
E-mail: Comente esta matéria

Envie essa matéria para uma amigoa

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors