Carro flex evitou emissão de 35 toneladas de CO2

Números foram apresentados na 2ª edição do Ethanol Summit
  1. Home
  2. Bolso
  3. Carro flex evitou emissão de 35 toneladas de CO2
Auto Informe
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

De 2004 até o final do ano passado os carros deixaram de emitir na atmosfera 35 milhões de toneladas de CO2, graças ao uso do álcool nos carro flex. Isso equivale ao plantio de 110 milhões de árvores.

Os dados foram apresentados pelo governador José Serra na abertura do Ethanol Summit, um dos principais encontros sobre o etanol no mundo, que começou ontem 1 em São Paulo, organizado pela Única, União da Indústria de Cana-de-Açúcar.

Se 10% da gasolina do mundo tivesse álcool em sua formulação, deixariam de ser emitidos por ano 530 milhões de toneladas de CO2, o que equivale a um milhão de árvores. O Brasil é o único país a misturar até 25% de etanol à gasolina, além de produzir 90% dos carros com motor flex.

De acordo com dados da Agência Internacional de Energia AIE, ouvida pelo repórter Thiago Romero, da Agência Fapesp, a produção e uso de etanol ajudam a reduzir as emissões de gases causadores de efeito estufa em até 90% em comparação com a gasolina, com base em análises realizadas em todo o ciclo de vida do produto, desde o plantio até o veículo abastecido.

O etanol e o bagaço da cana representam 16% da matriz energética brasileira, o que os coloca no segundo lugar no ranking das principais fontes energéticas do País, ficando apenas abaixo do petróleo e derivados.

O Brasil é o maior produtor mundial de cana-de-açúcar, com 496 milhões de toneladas na safra de 2007/2008. A produção mundial está próxima de 1,6 bilhão de toneladas.


__________________________

Confira reportagens e dicas para ser um motorista legal com o seu planeta

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors