“Inflação do Carro” tem alta de 0,75% em janeiro

  1. Home
  2. Bolso
  3. “Inflação do Carro” tem alta de 0,75% em janeiro
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- O uso e a manutenção do carro teve uma alta de 0,75% em janeiro, conforme pesquisa realizada pela Agência AutoInforme, que apura os preços de serviços e produtos utilizados no dia a dia pelo dono do veículo. O índice apurado foi o menor dos últimos quatro meses Confira o gráfico.

No ano passado a Inflação do Carro acumulou alta de 11,3%, com maior peso dos produtos, que subiram acima da média e ficaram 17,9% mais caros. Os serviços tiveram alta de 10,4% e os seguros 7,3%.

Segundo o estudo, os itens de “produtos” gasolina, álcool, pastilha de freio, pneus, amortecedores etc foram os que mais subiram também em janeiro de 2005, com alta de 1,29% na média. A gasolina ficou 1,67% mais cara e o álcool 1,84%. Esses itens são os que mais contribuem para a despesa do motorista. Representam metade do gasto com o carro e por isso têm grande peso na “Inflação do Carro”.

O produto que mais subiu foi a correia dentada, que ficou 3,18% mais cara, seguida pela pastilha de freio, com alta de 3,16%. Por outro lado, o kit de embreagem ficou 2,35% mais barato e o jogo de amortecedores também caiu 1,92%.

Os preços do item “serviços” ficaram praticamente estáveis com alta de apenas 0,07%. Nessa categoria o alinhamento de direção teve a maior alta, 6,48%, seguida pela lavagem simples, com aumento de 2,24%. As maiores quedas foram da limpeza do bico injetor 4% e da lavagem completa 3,85%.

O imposto teve uma pequena queda de preço em janeiro, 0,15%, enquanto o seguro ficou 0,42% mais caro.

A Inflação do Carro é um estudo feito pelo Departamento de Pesquisa da Agência AutoInforme, que monitora os preços de produtos e serviços utilizados pelo motorista no dia a dia, itens necessários para andar e manter o carro.


Mês tumultuado muda perfil do ranking de vendas

Celta cai para a sexta posição e Corsa sedã em sétimo. A Ford ocupa o espaço e fica com três modelos na lista dos dez mais em janeiro Veja o ranking.

A surpresa do ranking de vendas em janeiro foi a súbita queda de vendas dos carros da Chevrolet. O Celta, que fechou o ano passado como o terceiro carro mais vendido do Brasil e ameaçando o Palio na segunda posição, ficou com um mero sexto lugar em janeiro. O Corsa sedã caiu de quarto para o sétimo lugar e a Montana que passou 2004 ameaçando a liderança da Strada, fechou janeiro em terceiro lugar. E pra completar, a S-10 vendeu apenas 520 unidades.

A razão dessa reviravolta todos já sabem: os carros registrados no Renavan em dezembro para aumentar o volume de vendas em 2004 foram efetivamente vendidos somente em janeiro e portanto os números da GM no primeiro mês do ano não condizem com a realidade

Essa situação permitiu à Ford e outras marcas - alcançar posições inéditas no ranking com alguns dos seus carros. A Ford colocou três carros entre os dez primeiros: o Fiesta hatch ficou em quinto lugar, o Ecosport em oitavo e o Fiesta sedã em décimo.

O Fox passou a ocupar a quarta colocação, a melhor da história para o carro da Volks e o velho Mille ficou em terceiro.

Outro destaque negativo do ranking de janeiro foi dos carros da Renault. O Clio, o mais vendido da marca, ocupou apenas a décima-sexta posição, ficando atrás do Ka.


Leia outras colunas


__________________________________
E-mail: joelleite@autoinforme.com.br

Joel Leite é diretor da agência de notícias especializada no setor automotivo AutoInforme. Produz e apresenta o quadro sobre automóveis no programa Shop Tour e fornece informações para vários veículos de comunicação. É especialista no mercado de automóveis desde 1984, quando começou no Jornal do Carro do Jornal da Tarde. Joel é formado em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero e pós-graduado em Comunicação e Semiótica

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors