Militantes ecológicos, advogados e imprensa entram na briga contra os carrões

Utilitários são alvo de perseguição nos EUA
  1. Home
  2. Bolso
  3. Militantes ecológicos, advogados e imprensa entram na briga contra os carrões
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Os norte-americanos já foram mais apaixonados por seus utilitários. Agora a história está mudando e os carrões viraram alvo de diversas críticas nas terras do Tio Sam.

Militantes ecológicos, advogados e até mesmo o jornal USA Today entraram na briga contra os veículos, que de mania tornaram-se vilões da indústria automobilística norte-americana.

A militância ecológica exige veículos mais econômicos, gastando assim menos gasolina e colaborando para a preservação dos recursos mundiais não renováveis. Essas entidades alegam que carros do tamanho de jipes e picapes gastam demais e poluem o meio ambiente de uma forma exagerada, acima dos níveis toleráveis.

O USA Today guarda outras justificativas na manga para atirar contra os carrões. Segundo o jornal, utilitários são pouco seguros. Tal conclusão foi tomada depois de uma bateria de testes realizada pelo jornal com todos os carro atualmente à disposição dos consumidores norte-americanos. 02/08 - 15:30 - Enquanto os sedãs se mostraram os mais estáveis, jipes, picapes e utilitários de luxo receberam as piores pontuações quando se analisou a estabilidade dos veículos.

Já os advogados cuidam de outra parte do assunto: começa a ser comum o pedido de indenizações por parte daqueles proprietários de carros menores que são atingidos pelos utilitários, bem maiores e mais robustos. Algumas teses de tribunais dos EUA afirmam que este tipo de veículo coloca em risco a vida daqueles que andam pela rua em carros menores, cada vez mais comuns.

A Ford não pensou duas vezes e, de olho no consumidor e na garantia de sua fatia no mercado, já anunciou que, em um prazo máximo de cinco anos, todos os seus utilitários de grande porte terão uma redução de consumo em torno de 25%.

Para tanto, as montadoras terão que desenvolver motores mais leves e adaptados, diminuindo o peso da carroceria e melhorando a aerodinâmica dos carros.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors