Negociações para acordo de parceria estão emperradas

Brasil e Argentina não se entendem
  1. Home
  2. Bolso
  3. Negociações para acordo de parceria estão emperradas
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Desde as primeiras conversas para a formação do Mercosul, que Brasil e Argentina vêm tentando firmar um acordo de parceria no setor de automóveis. Passados alguns anos, o final feliz ainda parece distante.

Os países divergem, principalmente, no tempo de duração do acordo: os brasileiros querem que o regime de cooperação tributária seja aplicado até 2003 e que, a partir de 2004, vigore o livre comércio. Por outro lado, os argentinos querem a abertura da fronteira somente daqui a sete anos. O principal argumento é que com isso a indústria argentina teria o tempo necessário para se adaptar às mudanças.

O presidente da Anfavea Associação nacional dos fabricantes de veículos automotores, Pinheiro Neto, esteve na semana passada em Buenos Aires, capital argentina, para acelerar as negociações. Caso as pendências sejam esolvidas logo, especula-se que até o final deste ano, US$ 26 bilhões serão investidos no setor automotivo dos dois países.



Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors