Sem China, Brics são um fiasco

Só Brasil, Rússia e Índia perderam vendas entre 10 maiores mercados do mundo
  1. Home
  2. Bolso
  3. Sem China, Brics são um fiasco
Auto Informe
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

IMAGE

A China salva os Brics de um fiasco total no setor automobilístico este ano. É o único país do bloco que aumentou as vendas de veículos, conforme a consultoria Jato. 

 

A China não apenas se destaca entre os integrantes dos Brics, mas supera também os demais grandes fabricantes do mundo. Foi o segundo país que apresentou o maior crescimento de vendas entre os dez maiores do ranking. A China vendeu de janeiro a setembro 15.077.243 unidades, 9,3% a mais do que no mesmo período do ano passado. A Grã-Bretanha foi a que mais cresceu, com aumento de 10% nas vendas.

 

Todos os outros países dos Brics perderam vendas em relação ao período janeiro-setembro de 2013. A Rússia foi a que mais perdeu: vendeu 1.777.302 unidades, 13.1% a menos do que nos três primeiros trimestres de 2013. A seguir vem o Brasil, com queda de 8,9%% (2.404.200) e depois a Índia, com queda de 1,1% e vendas de 2.158.678 até setembro.

 

Quarto colocado no ranking mundial em 2013, o Brasil perdeu a posição para a Grã-Bretanha e tinha apenas 40 mil unidades a mais do que a Alemanha até setembro. Sem perspectiva de aumento das vendas, o Brasil poderá fechar 2014 em sexto lugar, caindo portanto duas posições em relação ao ano passado.

 

QUEM MAIS VENDEU

 

Janeiro - setembro/2014

 

País

 

Unidades

 

%

1) China

 

15.077.243

 

9,20%

2) EUA

 

12.444.866

 

5,60%

3) Japão

 

4.367.740

 

5,80%

4) Grã Bretanha

2.200.27

 

10%

5) Brasil

 

2.404.200

 

-8,90%

6) Alemanha

2.443.339

 

3,30%

7) Índia

 

2.158.678

 

-1,10%

8) Rússia

1.777.302

 

-13,10%

9) França

1.608.524

 

2,00%

10) Canadá

1.427.110

 

5,40%

 

QUEM MAIS CRESCEU

 

Janeiro-setembro/2014

 

País

 

Unidades

 

%

1) Grã Bretanha

2.200.267

 

10%

2) China

 

15.077.243

 

9,20%

3) Japão

 

4.367.740

 

5,80%

4) EUA

 

                   12.444.866

 

6%

5) Canadá

1.427.110

 

5,40%

6) Alemanha

2.443.339

 

3,30%

7) França

1.608.524

 

2,00%

8) Índia

 

2.158.678

 

-1,10%

9) Brasil

 

2.404.200

 

-8,90%

10) Rússia

1.777.302

 

-13,10%

 

Toyota é líder

 

A Toyota é líder no acumulado entre janeiro e setembro com 4.876.056 unidades vendidas, seguida de perto pela Volkswagen e Ford, 4.523.284 e 4.111.377, respectivamente.

 

A montadora japonesa cresceu 1,5% no ano, enquanto a alemã aumentou as vendas em 1,6% e a estadunidense 2,2%.

Em quarto lugar está a Chevrolet, que vendeu 3.127.842 unidades, mas foi a única montadora do ranking das dez mais que teve queda de vendas: - 6,2%. 

 

No quinto lugar aparece a Nissan, que vendeu no ano 3.110.077 unidades, com crescimento de 4%.

A sexta posição é da Hyundai, com 3.023.924 unidades e crescimento de 4,6% na mesma base de comparação. O sétimo lugar é da Honda, que vendeu 2.889,818, crescendo 4,9% ano.

 

A Kia aparece em oitavo, com uma grande diferença de vendas para o sétimo: vendeu 1.742.682 unidades, com aumento 3,5%. A Mercedes-benz foi a que mais cresceu no ranking este ano, 9,5%; vendeu 1.217.863. 

 

A Renault encerra a lista das dez montadoras que mais venderam, com 1.262.370, mas sem crescimento na comparação com o acumulado do ano passado.

 

RANKING MUNDIAL POR MARCA

 

1) Toyota 

 

4.876.056

2) Volkswagen

 

4.523.284

3) Ford

 

 

4.111.377

4) Chevrolet

 

3.127.842

5) Nissan

 

3.110.077

6) Hyundai

 

3.023.924

7) Honda 

 

2.889.818

8) Kia

 

 

1.742.682

9) Renault 

 

1.262.370

10) Mercedes-Benz

1.217.863

 

  

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors