Agora flex, motor Duratec reduz preço do EcoSport 2.0 a R$ 58,9 mil

A versão FreeStyle também pode ser equipada com motor 2-litros
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Agora flex, motor Duratec reduz preço do EcoSport 2.0 a R$ 58,9 mil
Gustavo Ruffo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Camaçari - A GM foi a primeira a ter motor 2-litros flex. Depois vieram a Peugeot e a Citroen. A Volkswagen criou o seu recentemente. Só faltava a Ford. Agora, não falta mais. A Ford apresentou o EcoSport com motor Duratec 2-litros flexível em combustível. E o melhor de tudo é seu preço, de R$ 58,9 mil.

Esse é o valor da nova versão FreeStyle, que lidera as vendas do EcoSport. Não à toa. Ela é a mais completa, vindo de série com ar-condicionado, direção hidráulica, trio elétrico etc. O sistema My Connection também será oferecido como equipamento padrão do modelo.

Com o novo motor, o carro ficou em média R$ 2.000 mais barato que o modelo 2-litros apenas a gasolina, que saiu de linha. E a intenção da Ford, com isso, parece bem clara: vender o máximo de motores 2-litros flex que puder, para compensar o investimento no desenvolvimento da versão. Tanto é assim que a marca praticamente matou o EcoSport FreeStyle 1,6-litro. Ela é apenas R$ 1.000 mais barata que a 2-litros.

Os preços competitivos se repetem em todas as versões do carro. Com câmbio automático, que vem acompanhado de dois airbags na dianteira e ABS, a diferença de valor é de apenas R$ 2.000. Explicando melhor, por R$ 60,9 mil o EcoSport sai com os três equipamentos. Para quem quer o modelo com tração nas quatro rodas, o valor é R$ 61,9 mil.

Como já acontece com o Ka Tecno, o EcoSport tem um valor inexplicável de pacote de opcionais. No caso do utilitário, ele se refere aos bancos de couro. Com eles, o modelo automático começa em R$ 63.785 e o 4WD, em R$ 64.785. São R$ 2.885 a mais. Considerando que câmbio automático, airbags e ABS custam só R$ 2.000, os bancos de couro parecem fora do preço.

Também podem ser uma estratégia: como quem compra um carro automático normalmente quer bancos de couro, o valor real do EcoSport nunca seria R$ 60,9 mil, mas sim R$ 63.785, o mesmo valendo para o 4WD. Os preços mais em conta, com isso, podem ser transformar em mero argumento de marketing.

E o Focus?

Este motor, o Duratec, é o mesmo usado no Ford Focus. Com álcool, o novo motor gera 145 cv e 191 Nm, contra 141 cv e 187 Nm com gasolina. No carro médio da marca, ele deve render um pouco mais. Mas quando ele chega ao Focus?

Segundo a Ford, ele ainda leva uns bons 12 meses, o que faz sentido como respeito ao consumidor que acreditou na marca e comprou a versão apenas a gasolina. Só não faz sentido diante de um mercado que exige a opção flex, ainda mais quando se sabe que o EcoSport 2.0 só a gasolina não será mais vendido.

Acompanhe nesta quinta como anda o novo EcoSport 2.0 com motor capaz de beber álcool. Nas revendas, pelo preço que está sendo cobrado, o certo é que ele andar rápido em direção às garagens dos clientes.

Gustavo Henrique Ruffo viajou a Camaçari a convite da Ford.


Siga a gente no Twitter! Novidades, segredos e muito mais: www.twitter.com/WebMotors

Gosta dos mais vendidos?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas para esse segmento:

Volkswagen Gol 1.0

Fiat Palio

Fiat Mille

Ford Fiesta

Chevrolet Celta

Leia também:

SEGREDO! - Renaultsport Mégane Coupé nasce em Genebra

SEGREDO! - Mercedes-Benz CLK estreará em Genebra

SEGREDO! - BMW Z4 terá capota rígida retrátil

SEGREDO - Outlander adota nova dianteira da Mitsubishi

SEGREDO-Segunda geração do Fiat Doblò chega em 2010

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors