Fiat Stilo 2008 chega ao mercado tarde demais

Até o sistema de câmbio automatizado, o Dualogic, perdeu o ar de novidade
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Fiat Stilo 2008 chega ao mercado tarde demais
Gustavo Ruffo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- A lei da espera tem regras muito peculiares. Se ela é leve, deixa o resultado, por vezes, mais interessante. Se é excessiva, simplesmente pode transformar um objeto de desejo em algo dispensável, seja pela expectativa frustrada, seja pelo fato de o desejo ser fugaz por natureza. Esse, infelizmente, é o caso do Fiat Stilo 2008, que foi apresentado oficialmente ontem à imprensa especializada nacional.

A primeira vez em que falamos dele foi no primeiro semestre de 2007, quando Henrique Mendonça e Fernando Calmon trouxeram as primeiras fotos, inclusive do câmbio Dualogic, o manual automatizado que, dizia-se na época, seria primazia da Fiat. O lançamento era esperado para o segundo semestre.

Depois, o leitor Jair Menezes de Oliveira flagrou, em julho de 2007, o Stilo circulando pela avenida Paulista, em São Paulo. O lançamento do carro também era esperado para dali a pouco tempo.

Não se sabe bem os motivos para a demora, mas a Fiat, conhecida pela agilidade, acabou deixando a tartaruga escapar. A Chevrolet lançou a Meriva com câmbio Easytronic quase no final do ano e com uma certa pressa, sem apresentação oficial à imprensa, informando que o carro estaria disponível de início em apenas algumas cidades e só posteriormente em todo o Brasil. Nem precisava correr, como se nota pela apresentação tardia do Stilo.

A perda do tempo certo para o lançamento do carro poderia nem ser um problema tão grande, mas é, considerando que o Fiat Bravo chegou ao mercado europeu em janeiro do ano passado, o que já tornaria o lançamento do Stilo no ano passado um tapa-buraco até a chegada do novo modelo ao mercado brasileiro.

Com a mesma plataforma do Stilo, o Bravo levou apenas 18 meses para ser lançado, do início do projeto às vendas. Para ser vendido no Brasil, não haveria razão para levar mais de 12 meses. E o carro já está em testes no país. Em suma, o Novo Stilo já nasceu com prazo certo, e curto, para sair de linha.

Para que consiga segurar mercado até a chegada do novo médio da Fiat, que anda fazendo um sucessão na Europa, o Stilo teria de ter um apelo muito forte junto ao consumidor. E apelo, quando se trata do brasileiro, é fundamentalmente preço. O novo modelo chega por R$ 51.270 na versão mais simples, a 1.8 Flex, que traz de série uma boa quantidade de itens, como ar-condicionado, computador de bordo, sistema de direção elétrica Dual Drive com modo City, My Car Fiat, toca-CD player com MP3, controlador de velocidade, rodas em liga-leve de aro 16”, Super Lock fecha e abre todos os vidros e o teto solar de uma vez, vidros dianteiros elétricos com anti-esmagamento, travas elétricas nas portas, faróis de neblina, volante com regulagem de altura e profundidade, revestimento interno em veludo, banco traseiro bipartido, banco do motorista com regulagem de altura e duplo porta-luvas sendo o superior refrigerado.

O valor vai a R$ 53,76 mil, para a 1.8 Flex Dualogic, que só tem a mais a oferta do câmbio manual automatizado. Entre uma ponta e outra estão as versões Sporting, que saem por R$ 59,44 mil sem o novo câmbio e por R$ 61,93 mil com ele.

No mais, o Stilo continua quase exatamente igual, com exceção de algumas alterações estéticas, como a nova grade dianteira, as novas lanternas, um interior levemente remodelado e os retrovisores externos, que agora trazem os repetidores de direção embutidos.

A grande novidade da linha, o câmbio Dualogic, está sendo apresentado neste instante no autódromo de Interlagos, não exatamente o melhor lugar para avaliar o comportamento de um sistema voltado ao conforto no trânsito urbano, mas será em um suposto apelo esportivo que a Fiat vai se apoiar para continuar a vender seu hatch médio.

A Chevrolet já cometeu o mesmo erro com o Vectra GT, alardeando um comportamento que o carro não entrega a não ser na aparência e na propaganda. A favor da Fiat, vale dizer que o carro também foi liberado para uma avaliação pelas ruas de São Paulo. E foi ali que ele mostrou a que veio. Se o Stilo consegue cumprir com essa nova proposta é algo que você ficará sabendo em nossa avaliação. Aguarde.

Colaborou Rodrigo Samy


Texto modificado às 14h do dia


Gosta de hatches médios?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas para esse segmento:

Fiat Stilo

Peugeot 307

Peugeot 306

Volkswagen Golf

Renault Mégane

Chevrolet Astra

Ford Focus

Leia também:

Chevrolet Vectra GT só sai da linha em propaganda

Suave e bem construído, Nissan Tiida SL dá gosto de dirigir

Fiat prepara Stilo com câmbio automatizado

VW Golf 2008, o filho da necessidade

Fiat Bravo chega em janeiro de 2007

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors