Honda CR-V de 4ª geração chega a partir de R$ 84,70 mil

Segundo a marca, o modelo que recebeu alterações está mais para um crossover do que para um SUV

  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Honda CR-V de 4ª geração chega a partir de R$ 84,70 mil
Rodrigo Samy
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

– Indaiatuba, São Paulo - A Honda apresentou a quarta geração do Honda CR-V na fazenda Capuava, interior de São Paulo. Com um desenho mais limpo, puxando tendência para os crossover, o SUV de quarta geração está um pouco menor.

Internamente o grande atrativo é o i-MID intelligent Multi-Information Display, uma central que exibe em uma tela de LCD, com sistema “touch”, diversas informações, como sistemas de áudio e de navegação, computador de bordo, imagem da câmera de ré e conexão Bluetooth, e opera como interface para customização do veículo. O botão ECON, também presente no Civic, que ativa e desativa a função de assistência à condução econômica entra na lista das novidades.

Impressões ao dirigir

Na lista de opções de compra, a novidade fica pela opção com câmbio manual, na versão de entrada, a LX. Durante a curta avaliação no circuito da fazendo pudemos notar que o modelo com câmbio mecânico de seis velocidades é prazeroso de se conduzir. Quando questionamos a Honda sobre a participação e procura do modelo com transmissão manual, a resposta foi: “a procura já está sendo bem grande, mas acredita-se que a versão de seis marchas terá apenas 5% de participação”.

O modo de dirigir da versão de entrada é bem diferente da do topo. A opção EXL com câmbio automático de cinco velocidades usa tração 4WD que entra em ação em todos os momentos que o carro ameaça sair do percurso. Outra diferença está no pacote oferecido pelo modelo de preço mais salgado. Também o modelo topo oferece além de a tração ‘Real Time’ os sistemas MA-EPS Motion Adaptive Electric Power Steering – Direção Elétrica Adaptável ao Movimento, e o controle de estabilidade, denominado de VSA Vehicle Stability Assist.

Outro diferencial da versão topo está no HSA Hill Start Assist, que auxilia a subida mantendo acionado o freio por até três segundos depois que o motorista tira o pé do pedal. O GPS integrado também é uma exclusividade da opção mais cara.

Função Econ

Diferente do Honda Civic, também avaliado pelo WebMotors, o CR-V demonstra mais que o conjunto em prol da economia está trabalhando. Quando o sistema está acionado fica a nítida impressão de um controle maior pela busca de parâmetro. Quando o modo econômico está acionado o carro controla a injeção de combustível e o ar-condicionado digital apenas na versão EXL. Por exemplo, quando o condutor solicita o máximo de desempenho através do pedal do acelerador pisa fundo, o sistema, que tem acelerador eletrônico, atende imediatamente. Com a função ECON ativada, há um controle na abertura da borboleta de aceleração e consequentemente na resposta à solicitação, tornando o veículo mais econômico. O veículo vai atingir a velocidade desejada, porém em um tempo um pouco maior. Já com o ar-condicionado, com a função ativada,aproveita 70% do ar vem da recirculação para reduzir a carga do sistema. Outra ação da função ECON envolve em reduzir a velocidade do ventilador.

Câmera de ré
A câmera de ré localizada na tampa do porta-malas é de série em todas as versões do novo Honda CR-V, mas assim como no Civic, faltou o sensor sonoro. Nas versões LX AT e LX MT, a imagem aparece no i-MID, assim que a marcha à ré é engatada. Na versão EXL, a visualização ocorre na tela do GPS.

Motor de 2,0L

O propulsor de 2,0L, de 4 cilindros e 16 válvulas, é o mesmo da geração anterior, mas com alguns ajustes. Agora, ele oferece 155 cv de potência a geração anterior tinha 150 cv a 6.500 rpm e 19,4 kgfm de torque a 4.300 rpm.
Dimensões

O porta-malas da nova geração tem 589 litros com os bancos na posição normal e com o preenchimento do espaço até a altura dos vidros na geração anterior, eram 556 litros. Uma grande sacada da engenharia ficou por conta da facilidade no rebater dos bancos. Puxando uma alavanca localizada no porta-malas , os bancos da fileira são automaticamente recolhidos.
Após o leve exercício, o compartimento de carga passa a ter capacidade para levar 1.146 litros até a altura do vidro traseiro. Se for levada em conta a capacidade até o teto, a Honda declara que será possível levar até 2.000 litros.

Assim como no Honda Civic, a marca japonesa reduziu as dimensões externas e aumentou as internas. O segredo para tal façanha ficou por conta do espaço conquistado no cofre do motor. O grande responsável pelo aumento do volume no porta-malas se chama assoalho. Totalmente plano, ele ganhou em mobilidade e espaço.

A nova geração do CR-V que foi denominado pela Honda de crossover tem 1,82 m de largura, 4,53 m de comprimento, 2,62 m de entre-eixos e 1,65 m de altura. O CR-V SUV manteve a mesma largura e distância de entre-eixo. O que mudou foi o comprimento 4,57 m e a altura 1,69 m.



Túnel do tempo

Desde 1997, o CR-V soma aproximadamente cinco milhões de unidades emplacadas. No Brasil, o CR-V começou a ser importado a partir de 2000. Para ter ideia, ultrapassou a casa das 25 mil unidades comercializadas somente nos dois últimos anos.

Comprando um CR-V usado

Quando o WebMotors avaliou o SUV, de geração anterior, chegamos a uma conclusão que também pode ser muito bem aplicada na geração atual. Dá para incorporar tanto o Jean Alesi como a tia da perua com o CR-V devido às suas características. Para pisar como um piloto de F1 você conta com a elasticidade do motor; já para levar a família há conforto nos bancos traseiros e capacidade no porta-malas de 1.011 l.

O Honda CR-V possui três anos de garantia, sem limite de quilometragem. Está disponível nas cores Preto Cristal, Cinza Titanium, Cinza Paladium, Prata Metálico e Branco Tafetá.. Seu preço público sugerido R$ 84.700,00 LX 2.0l 4x2 MT , R$ 87.900 LX 2.0l 4x2 AT e R$ 103.200,00 EXL 2.0l 4x4 com frete incluso base Estado de S.Paulo.

Pontos fortes
- Conforto
- Design
- Praticidade para rebaixar os bancos

Pontos fracos

- Falta sensor de estacionamento nas versões

Se você gostou desta reportagem, também irá gostar de:

Fiat Freemont: o familiar da Dodge que agora é vendido pela Fiat

Jeep Compass chega ao Brasil por menos de R$ 100 mil

Teste: Honda CR-V 2008

Guia de Compra: Honda CR-V

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors