12 mandamentos sobre duas rodas

Motociclistas ganham cartilha e condecoração para evitar acidentes de trânsito
  1. Home
  2. Motos
  3. 12 mandamentos sobre duas rodas
Adriana Bernardino
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Associação Brasileira dos Motociclistas Abram elaborou um manual com 12 mandamentos para a segurança do motociclista. Outra medida para incentivar profissionais que trabalham sobre duas rodas a guiar com cuidado é oferecer uma condecoração para os que não se envolverem em acidentes de trânsito.

Durante o 4º Moto Festival, que terminou ontem 1 em São Paulo, 50 empresas de entrega rápida com motocicletas e profissionais que trabalham nessas empresas foram condecorados.

Na avaliação do presidente da Abram, Lucas Pimentel, a deficiência no processo de habilitação seria a responsável pela maioria dos acidentes. O Conselho Nacional de Trânsito Contran aposta na melhora do quadro com a Resolução 285/08, em vigor desde janeiro deste ano, que prevê maior carga horária para os cursos de formação de condutores. Mas, para Pimentel, isso não é o suficiente. “O motociclista precisa de um curso de aperfeiçoamento que inclua pilotagem segura, direção defensiva e manutenção preventiva, porque todo condutor de motocicleta sem um curso de aperfeiçoamento é um acidentado em potencial”.

Ainda segundo o presidente da Abram, cerca de 800 mil motocicletas licenciadas rodam na cidade de São Paulo; quatro milhões, no Estado; e 12 milhões, no país. De acordo com dados de 2006 da secretaria municipal de Transportes, apenas 23% dos acidentes com motociclistas envolviam profissionais. “A grande maioria dos motociclistas que perderam suas vidas no trânsito da cidade de São Paulo eram os chamados motociclistas-usuários, que usam as motos para substituir o carro e ônibus no seu deslocamento diário”, diz Pimentel.


Doze mandamentos


Confira as recomendações da Abram para a segurança dos motociclistas nas ruas e nas estradas brasileiras:


1 – Mantenha a motocicleta sempre em ordem
Verifique a calibragem e o estado geral dos pneus. Cheque o funcionamento do farol, setas, lanterna e luz de freio; verifique o cabo, lonas, ou pastilhas, fluido e a regulagem se for freio hidráulico. Confira o cabo e a regulagem da folga ideal do sistema hidráulico; revise os amortecedores traseiros e as bengalas dianteiras quanto a vazamentos; verifique a vela, cachimbo e cabo; troque periodicamente o conjunto de coroa, corrente e pinhão; tenha sempre a mão a CNH e o CRLV; use o protetor de pernas mata-cachorro e a antena anti-cerol.

2 – Pilote usando equipamentos de segurança
Capacete aprovado pelo Inmetro; calça e jaqueta de tecido resistente preferencialmente de couro; botas ou sapados reforçados e luvas de preferência de couro.

3 – Reduza a velocidade
Quanto menor a velocidade, maior será o tempo disponível para lidar com o perigo de uma condição adversa ou situações inesperadas, como mudança súbita de trajetória de outro veículo.

4 – Atenção e concentração
O ato de pilotar motocicletas exige muita atenção do motociclista, por isso evite se distrair.

5 – Respeite a sinalização de trânsito
Conheça e respeite os sinais e as placas de trânsito.

6 – Cuidado nos cruzamentos
Os cruzamentos são os locais de maior incidência de acidentes de trânsito, então redobre a atenção e reduza a velocidade ao se aproximar dos mesmos, principalmente nos cruzamentos sem sinalização de semáforos.

7 – Cuidado nas ultrapassagens
Sinalize as manobras com antecedência e certifique-se de que você realmente foi visto pelo motorista a ser ultrapassado. Tenha cuidado ao passar entre veículos, principalmente ônibus e caminhões.

8 – Cuidado com pedestres
Lembre-se de que o pedestre tem prioridade no trânsito urbano. Seja cordial e fique alerta para os pedestres desatentos, principalmente crianças e idosos.

9 – Seja visto
Ao pilotar à noite, use roupas claras e com materiais refletivos.

10 – Alcoolismo
Está comprovado que bebida e direção não combinam. Então, se beber, não pilote. Fique vivo no trânsito.

11 – Mantenha distância
É imprescindível manter uma distância segura dos veículos à frente cerca de cinco metros, principalmente em avenidas e rodovias.

12 – Cuidado com a chuva
Redobre a atenção, reduza a velocidade e evite freadas bruscas; lembre-se de que nestas condições o tempo de frenagem é duas vezes maior que o normal.

__________________________

Confira as melhores reportagens sobre duas rodas!

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors