Honda CB600F Hornet: corpo nu, alma esportiva

Naked mantém estilo, mas ganha motor de 102 cv mais esportivo e com injeção eletrônica
  1. Home
  2. Motos
  3. Honda CB600F Hornet: corpo nu, alma esportiva
Auto Informe
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Depois de muita expectativa, finalmente a nova geração da Honda CB 600F Hornet chega ao Brasil. Incomparavelmente superior à versão anterior em todos os aspectos, a Hornet 2008 mudou de cabo a rabo. Design inédito, novos quadro e balança traseira, suspensões reformuladas e um motor mais esportivo e compacto, alimentado por injeção eletrônica. Todas essas mudanças na ficha técnica já seriam suficientes para dizer que a naked da Honda é uma moto totalmente nova. Mas algumas voltas na pista de testes, onde o modelo foi apresentado à imprensa, confirmaram que a nova Hornet está ainda melhor.

A começar pelo seu motor de quatro cilindros em linha, 599,3 cm³, 16 válvulas com duplo comando no cabeçote e refrigeração líquida, derivado do da superesportiva CBR 600RR. Exposto, no melhor estilo naked nu, o propulsor alimentado por injeção eletrônica, oferece 102 cv de potência máxima a 12.000 rpm – contra os 96,2 cv da versão anterior. É atualmente a naked de 600 cm³ mais potente em produção – a Yamaha FZ6N oferece 98 cv, enquanto a Bandit 650, apenas 84 cv.

Apesar de a Honda ter feito um bom trabalho para dar vida ao motor em baixas rotações, ele manteve sua personalidade esportiva e mostra vigor mesmo acima das 8.000 rpm. O torque não aumentou substancialmente – são agora 6,5 kgm a 10.500 rpm na antiga eram 6,43 kgf.m a 9.500 – porém sua entrega está mais linear, graças à injeção eletrônica, que evita os engasgos e “buracos” dos carburadores que equipavam a Hornet anterior.

Mais estável

Envolvendo este potente motor está um quadro monotrave superior, agora fundido em alumínio, mais leve e rígido, transmitindo segurança ao piloto nas acelerações e nas curvas. Aliado ao propulsor mais compacto, gerou uma redução de 8 kg: a Hornet pesa agora 173 kg a seco.

O novo desenho do sistema de exaustão – 4x2x1, com uma pequena saída mais próxima do centro de gravidade da nova Hornet – contribuiu para que os engenheiros atingissem o objetivo de centralização de massas, oferecendo mais precisão e estabilidade, principalmente em curvas de alta. Na prática, isso pode ser sentido ao “deitar” a nova Hornet e “ralar” as pedaleiras com certa facilidade.

A Hornet 2008 está mais estável também graças ao novo sistema de suspensão – com garfo invertido upside-down na dianteira e uma balança monoamortecida cerca de 4,0 cm mais longa, o que sem dúvida contribui para que a roda traseira fique no chão nas reacelerações em curvas. Outra novidade está na posição mais acessível da porca que permite ajustar os sete níveis de regulagem da pré-carga da mola traseira.

A ciclística da nova naked da Honda traz ainda dois discos duplos flutuantes de 296 mm de diâmetro, com pinça de dois pistões na dianteira; e um disco simples de 240 mm com pinça de um pistão na traseira. Para o uso civilizado, os freios dão conta do recado, mas na pista de testes, em uma pilotagem mais esportiva, demonstraram certa propensão à fadiga após algumas voltas.

Outra grande novidade da Hornet 2008 é a versão com sistema de freios ABS anti-travamento e CBS sistema combinado de freios, disponível na Europa e que deve ser comercializada no país a partir de maio.

Finalizando o conjunto estão rodas de alumínio de 17” calçadas com os excelentes pneus Bridgestone BT-012 radiais sem câmara, nas medidas 120/70, na dianteira e 180/55, na traseira.

Design inédito

Além de todas as mudanças mecânicas e ciclísticas, a CB 600F Hornet 2008 ganhou um visual radical e agressivo. O design confere ao novo modelo um ar futurista, mas sem perder o caráter minimalista das motos naked, com motor exposto sem carenagem e um conjunto óptico marcante.

Salta aos olhos a pequena carenagem que recobre o farol de forma afunilada, que traz ainda o pequeno e completo painel incorporado. O tanque – agora maior, com capacidade para 19 l – traz vincos que acompanham as linhas do novo modelo e permite um melhor encaixe das pernas do piloto. A traseira segue a tendência minimalista e de lanternas com LEDs. A ausência de roupagem na rabeta e as duas alças para a garupa também são novidades.

Ergonomicamente, a Hornet também mudou. As pedaleiras do piloto estão mais baixas e o banco mais alto – a 804 mm do solo. Além disso, o banco está mais largo e o guidão mais à frente e aberto, proporcionando maior conforto e agilidade na pilotagem na estrada. Talvez o novo guidão dificulte a passagem por entre os carros no uso urbano, mas apenas um teste nas ruas poderia revelar esse “ponto fraco” da nova CB 600F.

Preço competitivo

Como se não bastassem todas as mudanças positivas na Hornet, o novo modelo mantém o mesmo preço sugerido da versão anterior – R$ 30.837 para a versão standard, e R$ 33.137 para a versão com ABS e CBS. Segundo a montadora, o novo modelo com freios convencionais deve chegar às concessionárias já em abril, enquanto o modelo com ABS, apenas em maio. As cores disponíveis serão preta e vermelha.

As concessionárias Honda na cidade de São Paulo, porém, já estão reservando a Hornet 2008 por um preço superior: R$ 33,8 mil para a versão standard. Em algumas delas, inclusive, o vendedor informou que há fila de espera, confirmando dessa forma a expectativa de sucesso comercial do novo modelo. Segundo a Honda, neste ano devem ser comercializadas cerca de 6.000 unidades – quase 50% a mais que as 4.200 unidades da versão anterior vendidas no ano passado.

FICHA TÉCNICA – Honda CB600F Hornet

















MOTOR Quatro tempos, quatro cilindros em linha, 16 válvulas, DOHC, arrefecimento líquido, 599,3 cm³
POTÊNCIA102 cv a 12.000 rpm
TORQUE6,53 kgm a 10.500 rpm
ALIMENTAÇÃO Injeção Eletrônica de combustível – PGM – FI
TRANSMISSÃO FINAL Corrente com anéis de vedação
CÂMBIOSeis marchas
PARTIDA Elétrica
RODAS Dianteira e traseira de aro 17”, em liga-leve
PNEUS Dianteiro 120/70 – ZR17 M/C 58W; traseiro 180/55 – ZR17 M/C 73W
CHASSIQuadro monotrave superior fundido em alumínio, com comprimento de 2.085 mm, 760 mm de largura, altura de 1.090 mm, distância entreeixos de 1.435 mm, altura mínima do solo de 135 mm, altura do assento de 804 mm e peso a seco de 173 kg versão Standard e de 177 kg versão ABS / CBS
TANQUE19 l
SUSPENSÃODianteira telescópica invertida, 41 mm de diâmetro e 120 mm de curso; traseira monoamortecida, 128 mm de curso e sete regulagens na pré-carga da mola
FREIOSDianteiro com discos duplos flutuantes de 296 mm e pinça de dois pistões; traseiro com disco simples de 240 mm com pinça de pistão simples
CORES Vermelha metálica e preta
PREÇO R$ 30.837 versão Standard e R$ 33.137 versão ABS e CBS


Gosta de motos naked?

Então veja aqui no WebMotors as ofertas de motos com esse estilo:

Honda CB 600F Hornet

Kasinski Comet 250

Suzuki Bandit N 600

Leia também:

O que é melhor na cidade, scooter ou street?

Dafra Kansas 150, uma grata surpresa no mundo custom

Suzuki DL1000 V-Strom 2008 oferece big prazer ao guidão Suzuki DL1000 V-Strom 2008

Green Sport 150

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors