Ferrari, Schumacão e Bridgestone

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Ferrari, Schumacão e Bridgestone
Nelson Piquet
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Depois de um ano e meio desde o GP do Japão em outubro de 2004 a trinca Ferrari, Schumacão e Bridgestone volta a vencer um GP de verdade. Isso mesmo, porque aquele do ano passado em Indianápolis só contou estatisticamente, mas esportivamente é um grande vazio. Em Ímola - na casa da Ferrari - o Schumacão conseguiu ainda a sua pole de número 66 e a sua vitória de número 85.

Números impressionantes que vieram depois de um final de semana de muita luta com o Fernando Alonso - que mesmo tendo um carro aparentemente mais rápido não encontrou uma brecha nem na pista Ímola, com os carros de hoje, é mesmo impossível e nem na estratégia para passar pelo alemão. Bem que ele tentou, mas três escapadas e uma parada de boxe aparentemente fora de hora foram o suficiente. Em terceiro e quinto os McLaren mostraram serviço assim como o Felipe Massa, que fez um quarto lugar merecido.

A Honda que mais uma vez ficou devendo e mesmo largando em 2º e 3º tinha os carros mais lentos em velocidade final, um erro imperdoável em Ímola terminou com apenas um 7º lugar do Button que ainda parou 3 vezes! e um 10º do Rubinho, dois pilotos em evidente dificuldade para acertar o carro. Até reunião de motivação resolveram marcar para essa semana! Como espetáculo, apesar da usual falta de ultrapassagens o GP valeu pelo confronto das estratégias, nada que agrade muito aos torcedores que não sejam extremamente fanáticos, mas que foi prato cheio para muitos de nós.

Acelerando fundo
Na Fórmula Indy em Motegi no Japão a segunda vitória do ano em três
corridas do meu parceiro de Mil Milhas Helinho Castroneves. Com essa vitória o Helinho disparou na ponta do Campeonato que neste ano tem todos usando motores Honda e quase todos usando chassis Dallara. Vence, então, de verdade, a melhor combinação Piloto x Equipe. Aliás o brasileiro dominou o final de semana japonês inteiro e foi sempre o mais rápido. Em 3º chegou o Tony Kanaan, em 10º o Vitor Meira que ainda não reeditou as performances dos anos passados depois que passou para a Equipe Panther e em 15º o Felipe Giaffone. Na NASCAR a Chevrolet dominou o final de semana em Phoenix com duas vitórias, na Busch e na Nextel.

Nelsinho Líder no campeonato
No final de semana da GP2 em Imola o Nelsinho Qualcomm/Unibanco/Oi , outro parceiro meu de vitória nas Mil Milhas 2006, ampliou a sua liderança no Campeonato 2006 da GP2Series com mais duas boas colocações. Na prova longa 182km de sábado, mesmo saindo em sexto estava pronto para ser 2º colocado atrás do vencedor Bruni quando seu carro teve problemas de freio e terminou em 5º. No domingo na prova curta 123Km largou em 4º e terminou em 2º. Dos dois outros brasileiros o Xandinho Negrão Medley/Viva tve probelmas e ficou com o 20º e em uma boa recuperação ficou em 11º na prova de domingo. Já o Lucas Di Grassi teve um final de semana para esquecer com um 22º lugar e um 26º depois de uma batida na largada. Em Nürburgring na próxima rodada o Nelsinho volta para defender o seu 1º lugar no campeonato, com carro e equipe cada vez mais acertados, promete lutar pelas duas vitórias e explicou que "Neste final de semana de Imola, não tive sorte na classificação e cometi um pequeno erro na largada da corrida 2, na Alemanha, vamos recuperar isso".
_______________________________
E-mail: Comente esta coluna

Nelson Piquet é tricampeão mundial de Fórmula 1 e o primeiro campeão da Era Turbo da competição. Participou de 204 provas, com 23 vitórias. Atualmente se dedica à administração de suas empresas e à carreira esportiva do filho, Nelson Ângelo Piquet, o Nelsinho, além de ser colunista do WebMotors.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors