Mahindra deverá ter outra fábrica no Brasil

Executivo da empresa indiana esteve aqui para pesquisar mercado
  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Mahindra deverá ter outra fábrica no Brasil
Auto Informe
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Mahindra vai ampliar a sua produção no Brasil. A decisão já foi tomada, só não se sabe ainda se será ampliada a unidade existente hoje em Manaus, onde está sendo montada a picape e o utilitário esportivo ou se a empresa vai construir uma nova fábrica.

A empresa indiana está estudando o mercado brasileiro e ainda não decidiu qual o segmento que vai atuar. Poderá investir nas próprias picapes médias e utilitários esportivos, onde já conquistou um espaço desde que iniciou as vendas aqui, em janeiro de 2008, ou partir para a construção de veículos menores, com motorização bicombustível. Nesse caso a empresa instalaria uma fábrica em outro local do País, mais próximo dos grandes centros urbanos, onde está o grande mercado desse tipo de veículo.

Sanjeev Saksena, gerente geral e de exportações da área automobilística da Mahindra o grupo econômico atua em outros setores além de veículos esteve em São Paulo no último mês de abril em busca de informações para desenhar o projeto da empresa no País. Nada adiantou sobre os futuros negócios, lembrando que o tempo de gestação de uma decisão como essa não será menor do que 27 meses, quer dizer: nada acontecerá antes do segundo semestre de 2011.

Sanjeev mostrou-se satisfeito com o desempenho da marca Mahindra no Brasil neste primeiro ano de atuação. Representada aqui pela empresa Bramont, a Mahindra vendeu no ano passado 270 unidades. Neste ano, as vendas de janeiro a maio atingiram 163 unidades.

O executivo anunciou a produção do Xilo na fábrica de Manaus, um utilitário esportivo lançado em janeiro na Índia e que em três meses se tornou líder do segmento, com vendas de 10 mil unidades e uma lista de espera de mais 15 mil veículos. O Xilo é um utilitário esportivo de oito lugares.

A empresa também vai investir em rally como forma de dar visibilidade à marca. A primeira participação será no Rally dos Sertões, que começa dia 23 deste mês. Com patrocínio da Mahindra by Bramont e apoio da Govesa, concessionária Mahindra de Brasília e Goiânia, a equipe Mahindra/Govesa/Faztrilha vai competir na categoria “production” T2 com uma picape Mahindra cabine simples equipada com motor turbodiesel de 2.6 litros. O piloto será Ricardo Augusto de Souza Campos, o “Rasc”, que pilotou nas últimas quatro edições do Rally dos Sertões na categoria “Caminhões”, tendo alcançado a quinta posição no ano passado.

________________________________
Joel Leite joelleite@autoinforme.com.br é diretor da Agência AutoInforme, especializada no setor automobilístico, que fornece informações para vários veículos de comunicação. Produz e apresenta o Boletim AutoInforme, das rádios Bandeirantes, Band News e Sul América Trânsito. É formado em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero e pós-graduado em Semiótica e Meio Ambiente.

Leia outras colunas de Joel Leite aqui

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors