Vida da picape Classe X da Mercedes está em xeque

Nissan diz que marca alemã não tem planos para produzir nova geração; Mercedes diz que futuro da picape está "em estudo"

  1. Home
  2. Pit-Stop
  3. Vida da picape Classe X da Mercedes está em xeque
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

O futuro da Mercedes-Benz Classe X, a primeira picape média da marca alemã feita em parceria com o Grupo Renault-Nissan, está em xeque. De acordo com François Bailly, chefe global de veículos comerciais leves da Nissan, a Mercedes ainda não abriu negociações para fazer parte do projeto da próxima geração de picapes, que vai substituir as atuais Nissan Frontier e Renault Alaskan (ambas feitas em conjunto com a Classe X na mesma plataforma do grupo franco-japonês).

Já a Mercedes-Benz, quando questionada sobre o assunto, prefere dizer que o futuro da Classe X, que a própria empresa descreve como modelo de "nicho", está "sob revisão".

A Classe X é produzida em diversos mercados ao redor do mundo sobre a mesma linha de produção que a Nissan Frontier/Navara e Renault Alaskan. Além disso, vale lembrar que o Grupo Renault-Nissan adquiriu o controle da Mitsubishi e que a futura L200 Triton também fará parte desta plataforma.

"Vou ter que pedir que vocês verifiquem com eles [Mercedes-Benz] quanto à sua própria posição de desenvolvimento. Para a próxima geração, cabe a eles nos dizer o que querem fazer". Essas foram as palavras de Bailly proferidas no Salão de Tóquio, nesta quarta-feira (23).

icon photo
Legenda: Classe X é feita sobre a mesma base de Nissan Frontier e Renault Alaskan
Crédito: Divulgação

O QUE A MERCEDES RESPONDEU

Em resposta, a Mercedes se limitou a dizer que a Classe X é um produto de nicho. "Vamos revisar e analisar qual papel adicional a Classe X desempenhará em nosso portfólio de produtos. Pedimos que vocês entendam que não forneceremos mais comentários", afirmou a empresa em comunicado.

Vale lembrar que picape tinha o Brasil como caminho certo, mas que seus planos foram cancelados para nosso país. As notícias do fim prematuro da Classe X surgiram pela primeira vez em abril, quando o chefe global da marca, Ola Kallenius, disse que a empresa planejava "encerrar a cooperação" com a Nissan porque "quase todas as empresas estão no vermelho".

Um relatório semelhante foi publicado em julho pela Automotive News europeia. No mês seguinte, a Reuters disse que Marcus Breitschwerdt, chefe mundial do departamento de vans e picapes da Mercedes, pediu uma revisão da Classe X.

Também é importante destacar que além das especulações de que a picape poderia sair de linha em breve, executivos da Mercedes no Salão de Frankfurt do mês passado se recusaram a confirmar ou negar quaisquer planos futuros sobre o modelo.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors