Rally dos Sertões chega ao final

Prova teve recorde de inscritos, alto índice de permanência e nehuma morte
  1. Home
  2. Salões
  3. Rally dos Sertões chega ao final
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

-
Depois de 4.400 km de muita terra, pedras, areião e adrenalina, a décima edição do Rally dos Sertões 2002 terminou nesta sexta-feira 2/08, em Fortaleza CE.

A dupla Édio Füchter/Milton Pereira201/Chevrolet, conseguiu o tricampeonato da prova. Nas motos, Jean Azevedo 125/Petrobrás Lubrax também levou o título também pela terceira vez. O irmão dele, André Azevedo 303/Petrobrás Lubrax, faturou nos caminhões, ao lado de Robson de Oliveira.

A chegada em Fortaleza foi marcada por muita festa na praia de Cumbuco, ao norte da cidade. Motivos não faltaram: foi a décima edição da prova, houve recorde de inscritos 214 veículos, alto índice de permanência até a última etapa 68% e nenhuma morte, apesar das dezenas de acidentes que marcaram as nove etapas do rali.

A última etapa, entre Crateús CE, e Fortaleza, foi dividida em duas especiais. A primeira de 87 km e a segunda, já na areia, da praia, de apenas 12 quilômetros, quando as equipes de apoio puderam acompanhar seus pilotos até a chegada.

Grande campeão
O campeão Édio Füchter ganhou o Rally dos Sertões pela terceira vez consecutiva. Pela segunda vez, ele está acompanhado do navegador Milton Pereira. Em 2000, quando foi campeão pela primeira vez, tinha a companhia de Luiz Tedesco.

A dupla corre pela equipe Chevrolet Team com uma S10, número
201, o mesmo que deve manter na próxima edição da prova. O segundo lugar na categoria carros ficou para a dupla Klever Kolberg/Lourival Roldan 206/Petrobrás Lubrax, a bordo da Mitsubishi L200 Evolution.

O tricampeão nas motos, Jean Azevedo, já tem história no Rally dos
Sertões. Venceu a primeira vez a prova em 1995 e 2000, além de ter obtido o terceiro lugar em 1996. Ele correu com uma KTM, Lubrax. Em segundo ficou o português Paulo Marques, que disputou o Sertões com uma Husqvarna.

Os membros da equipe Crystal-Fly, patrocinada pela WebMotors, completaram a prova em boas colocações na classificação geral. O melhor entre eles foi o piloto Sylvio de Barros, que encerrou o Sertões em 8º. A seguir vieram Carlinhos Ambrósio, em 20º, Bob Keller, em 22º e Dener Pires, em 44º. O piloto José Vicente abandonou a disputa na quarta etapa, após sofrer acidente.

Caminhões
Nos caminhões, o título ficou com André Azevedo, que disputou a prova com um Mercedez Bens, ao lado de Robson de Oliveira. Este é o quarto título de André no Rally dos Sertões. Ele já havia sido campeão como navegador de Klever Kolberg nos carros em 1997 e 1998, além de ser o primeiro em caminhões em 2000. O segundo lugar ficou para Luciano da Cunha/João Batista Neto 306/Yahn Racing, que correm com o Vollkswagen 8-150.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors