Temporada 2007 inicia era de 800 cm3 no MotoGP

  1. Home
  2. Salões
  3. Temporada 2007 inicia era de 800 cm3 no MotoGP
Auto Informe
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- No sábado 10 de março, na aridez do deserto do Catar, vai ser dada a largada para a temporada 2007 da mais importante categoria mundial de motovelocidade, a MotoGP. Anteriormente conhecida em todo o mundo como “500 cc”, ganhou o novo nome após a adoção dos motores quatro-tempos de 990 cm³.

A grande novidade deste ano, além da disputa entre os melhores pilotos do planeta na categoria, está justamente na limitação da capacidade dos motores em 800 cm³. Isso acarretará outras mudanças técnicas. A começar pelo porte das motos, que estão menores e têm distância entre eixos mais curta, o que faz delas mais ágeis nas curvas.

Na prática, a limitação dos motores na MotoGP aumentou a segurança dos pilotos, já que a velocidade final diminuiu ainda que pouco. Enquanto as motos de 990 cm³ beiravam os 350 km/h, as novas máquinas, como a Honda RC 212V, Suzuki GSV-R 800, Ninja ZX-RR, chegam a 330 km/h.

Perderam velocidade final e também potência máxima. A Suzuki, sensação dos treinos da pré-temporada e uma das únicas marcas a divulgar os números de desempenho, anunciou uma perda de 20 cv – passou de 240 cv a 16.000 rpm para 220 cv, porém em rotação maior, 17.500 rpm!

Tempos menores
Se a capacidade cúbica, a potência e a velocidade final diminuíram, como explicar que o pentacampeão mundial, Valentino Rossi, fez uma volta 0,67 segundo abaixo do recorde do circuito espanhol de Jerez de La Frontera, nos testes oficiais da MotoGP realizados entre 23 e 25 de fevereiro?

A agilidade das motos, de menor porte, explica em parte o fenômeno. Com as novas motos o italiano Rossi, assim como os outros pilotos, podem entrar mais rápido e agressivamente nas curvas. Em um circuito travado como Jerez, as novas 800 cm³ saem ganhando.

Além disso, o desenvolvimento dos pneus também ajuda. A Michelin, por exemplo, projetou pneus dianteiros de 16 polegadas, em substituição aos de 16,5 pol. Não por acaso, os quatro pilotos mais rápidos nos treinos oficiais usavam os novos pneus da marca francesa – Rossi Yamaha Factory Racing, Dani Pedrosa Honda Repsol, Colin Edwards Yamaha Factory Racing e o atual campeão da categoria, o norte-americano Nicky Hayden Repsol Honda.

Para Jean-Philippe Weber, diretor da divisão de motos de competição da Michelin, é um novo desafio para os pneus. “Nas novas 800 a velocidade final não é tão alta, mas as voltas são mais rápidas. Os pneus dianteiros são mais exigidos porque os pilotos entram mais tarde e de forma mais agressiva nas curvas, exagerando nos freios. Por isso optamos por 16 polegadas, que são menores e mais leves e permitem aos pilotos mudarem de direção com mais facilidade”, explica Weber. Até o momento parece que a Michelin está no caminho certo.

Lista de favoritos
Claro que não só apenas os novos pneus e dimensões das motos vão apontar os favoritos para esse ano. Há ainda de se ver o desempenho dos novos motores em ritmo de prova, as novas regras para escolha de pneus etc.

Entretanto, a disputa entre o italiano Valentino Rossi e o espanhol Dani Pedrosa pelo menor tempo nos treinos oficiais em Jerez pode ser, na visão de muitos, uma prévia entre os dois favoritos ao título de 2007. Rossi dispensa apresentações: foi campeão das categorias 125, 250, 500 e tetracampeão da MotoGP.

Pedrosa também teve uma carreira vitoriosa. Levou o título da 125 em 2003 e faturou o bicampeonato da 250 nos anos seguintes. Em 2006 chegou à equipe oficial de fábrica da Honda na MotoGP como aposta da marca para bater Rossi. Terminou o campeonato em quinto. É jovem, talentoso, mas ainda ansioso demais.

Se não levou o título, Pedrosa ao menos incomodou o americano Nicky Hayden na Repsol Honda. Incomodou tanto que Hayden fez uma temporada regular e sagrou-se campeão na última etapa, depois de uma queda de Rossi. Hayden, defensor do título, também entra na lista de favoritos pela experiência que tem na categoria e a moto que tem em mãos.

A lista também não pode deixar de lado as Ducati. A GP7 vem sendo testada há bastante tempo e Loris Capirossi Ducati Marlboro Team é um dos mais experientes no grid.

Barros, a velha raposa
Falando em experiência e Ducati, não podemos nos esquecer do brasileiro Alex Barros. Pilotando uma Ducati GP7 da equipe satélite Pramac d’Antin, Barros, 36 anos, competiu de 1990 até 2005 na principal categoria da motovelocidade, acumulando sete vitórias e o quarto lugar no campeonato por diversas vezes. No ano passado competiu na Superbike e agora está de volta. Certamente, é um nome respeitado no grid.

Nos treinos oficiais em Jerez, Barros marcou apenas o 17º tempo. Porém, em testes não-oficiais realizados anteriormente em Phillip Island, Austrália, chegou a liderar por dois dias. “Tive alguns problemas em Jerez com os pneus de prova e de classificação. Não conseguimos o melhor acerto da moto e não conseguia entrar nas curvas no limite” afirmou o brasileiro que compete com pneus Bridgestone.

Apesar disso, o único representante brasileiro na categoria está confiante: “Em geral, os testes da pré-temporada foram bons. Há muito trabalho a se fazer para ser competitivo, mas estou satisfeito. Estou motivado para começar a temporada brigando por pódio”.

Estréia no deserto
A primeira prova da temporada acontece no circuito de Losail, no Catar, em 10 de março. Na quinta-feira, 8 de março, começam os treinos livres e os primeiros treinos classificatórios para o grid. O Grande Prêmio do Catar é o primeiro de dezoito emocionantes GPs a mais de 300 km/h, com as novas motos de “apenas” 800 cm³ de cilindrada. Vale a pena conferir.

Calendário Moto GP 2007
10/3 – Losail - Catar
25/3 – Jerez - Espanha
22/4 – Istambul - Turquia
06/5 – Shangai - China
20/5 – Le Mans - França
03/6 - Mugello - Itália
10/6 – Barcelona - Espanha
24/6 – Donington Park - Inglaterra
30/6 – Assen - Holanda
15/7 – Sachsenring -Alemanha
22/7 – Laguna Seca - Estados Unidos
19/8 – Brno – Rep. Checa
02/9 – Misano - Itália
16/9 – Estoril - Portugal
23/9 – Motegi - Japão
14/10 – Phillip Island - Austrália
21/10 – Sepang - Malásia
04/11 – Valência – Espanha

Leia também:

Sundown STX 200

Ducati Superbike 1098

Piaggio Vespa GTS 250 i.e.

Honda CBX 250 Twister

Yamaha YS Fazer 250
_______________________________

Receba as notícias mais quentes e boletins de manutenção de seu carro. Clique aqui e cadastre-se na Agenda do Carro!
_______________________________
E-mail: Comente esta matéria

Envie essa matéria para uma amigoa

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors