Escapamento

  1. Home
  2. Tecnologia
  3. Escapamento
Luís Figueiredo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Se o veículo possuir catalisador, evite fazê-lo pegar no tranco se o motor não pegar pelo meio normal. Se a ignição estiver defeituosa, o combustível que não é queimado pode chegar ao interior do equipamento e, quando o motor funcionar, a temperatura de funcionamento do catalisador se elevará demais. Se isso acontecer, o núcleo cerâmico do catalisador pode vir a se derreter e obstruir por completo o escapamento, o que leva à parada do motor.

A exceção para essa recomendação é quando a bateria está com carga normal e o defeito é no próprio motor de partida, que não vira o motor. Nesse caso não há contra-indicação para o pegar no tranco.

O sistema de escapamento é um item muito importante em qualquer automóvel e não deve ser modificado. Nas camionetas peruas, station wagons, utilitários esporte, devido à zona de depressão que se forma na traseira ao trafegar, a orientação da saída do escapamento deve ser mantida original. Eventual modificação pode levar gases queimados a retornar e eventualmente adentrar a cabine, algo muito perigoso devido ao monóxido de carbono, um gás letal.

Pelo mesmo motivo, jamais rodar com tampa traseira aberta, mesmo em trajetos curtos.

Luís Felipe Figueiredo

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors