Manutenção do carro sobe 29,5% em 3½ anos

Lona de freio (206%), amortecedor (122%) e pneu (92%) foram os itens que mais subiram
  1. Home
  2. Tecnologia
  3. Manutenção do carro sobe 29,5% em 3½ anos
Auto Informe
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- A inflação do País é uma referência para o cidadão, que pode ter uma idéia do aumento do custo de vida, da deterioração do seu salário. Mas não passa de uma simples referência, uma vez que o consumo é muito diferenciado para cada cidadão: depende das opções de compra, dos bens adquiridos e, mais objetivamente, do poder aquisitivo. O aumento do preço do arroz tem uma influência maior na vida do cidadão de classe C e D enquanto o aumento do preço da roupa de alta costura atinge diretamente a classe alta.

Assim, é natural que os gastos no dia a dia de quem tem carro seja diferente dos gastos de quem não tem. O balanço dos últimos três anos e meio com base nas pesquisas mensais feitas pela Agência AutoInforme para a elaboração do IMC – o Índice de Manutenção do Carro, mostrou que o motorista teve que gastar mais para rodar com o seu carro no período: enquanto a inflação oficial medida pela FIPE foi de 20,6%, o IMC Inflação do Carro registrou alta de 29,5% no período.

O aumento do IMC não foi maior porque o comportamento de preços do principal item da cesta de produtos e serviços, a gasolina, teve um aumento próximo da média: 25,6%. Mas alguns itens apresentaram altas expressivas, de três, quatro e até sete vezes o índice da Inflação do Carro. O caso mais dramático foi o da lona de freio, que teve um aumento de 206,6% de janeiro de 2003 a junho de 2006. A lona, no entanto, tem pouco peso na composição do índice, uma vez que é um item barato e substituído somente a cada 20 mil quilômetros, conforme recomendação do fabricante. O custo da peça num carro com motor 1.0 é de R$ 4,50 por mês.

O preço da lona de freio de um carro popular com motor de 1000cc, seminovo com até cinco anos de uso, por exemplo, custava em janeiro de 2003 entre R$ 12 e R$ 28. Hoje o mesmo produto oscila entre R$ 36 a R$ 70.

Se o peso da lona de freio é pequeno na composição da Inflação do Carro, itens como pneus e amortecedores têm uma grande influência no gasto do motorista. Esses dois itens tiveram altas expressivas no período: o amortecedor subiu 122,5% e o pneu 92,3%.

Em janeiro de 2003 o preço médio do jogo de amortecedores da mesma categoria acima era R$ 179,00. No último levantamento, em junho deste ano, custava R$ 378,00. “Os carros evoluíram muito nos últimos anos, ganharam acessórios e equipamentos, tiveram o peso aumentado e por isso precisaram ser equipados com amortecedores mais resistentes”, justificou o representante de uma grande rede de lojas de São Paulo.

O argumento dos fabricantes de pneus é semelhante. Creditam a expressiva alta de preços nos últimos três anos e meio ao avanço da indústria automobilística:

“No final da década de 1990 os carros ficaram mais rápidos, exigindo maior segurança e portanto pneus mais eficientes. A indústria do setor teve que acompanhar esse avanço, implementar tecnologias compatíveis com a qualidade dos veículos”, disse o porta-voz da Bridgstone, empresa que investiu U$ 460 milhões para a modernização do processo industrial nos últimos cinco anos.

Pesquisa feita pela Agência AutoInforme para a composição do IMC – Inflação do Carro, mostrou um aumento de 92,3% no preço do pneu nos últimos três anos e meio.

O levantamento do IMC é feito com base nos preços regulares, eliminando-se as promoções e peças piratas. Cerca de 100 estabelecimentos são consultados todo mês nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, além de levantamentos por amostragem em outras capitais, como Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Salvado, Recife, Campo Grande e Distrito Fcaptional.


Dez itens que mais subiram de preço em três anos e meio:


Lona de freio – 206,64
Amortecedor – 122,54
Pneus – 92,27
Óleo do motor – 91,26
Pastilha de freio – 81,28

Fonte: Agência AutoInforme

_______________________________

Joel Leite joelleite@autoinforme.com.br é diretor da agência de notícias especializada no setor automotivo AutoInforme. Produz e apresenta o quadro sobre automóveis no programa Shop Tour e fornece informações para vários veículos de comunicação. É especialista no mercado de automóveis desde 1984, quando começou no Jornal do Carro do Jornal da Tarde. Joel é formado em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero e pós-graduado em Comunicação e Semiótica.

_______________________________
E-mail: Comente esta matéria

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors