Fiat Strada Freedom CD 2021

Fiat Strada Endurance: cara nova na alma de sempre

Agora é a vez de testarmos a versão de entrada da nova geração da picape, que manteve o motor 1.4 Fire da anterior

    • Desempenho
    • Desempenho
    • 12,5/3500 kgfm/rpm
    • Consumo Gasolina
    • Consumo Gasolina
    • Cidade: 8,3 km/litro
      Estrada: 8,8 km/litro
    • Consumo Álcool
    • Consumo Álcool
    • Cidade: N/A
      Estrada: N/A
    • Porta Malas
    • Porta Malas
    • 844 litros
    • Câmbio
    • Câmbio
    • N/A
8.7

Overview

Versão de entrada da nova geração da picape, veículo mais vendido de sua categoria, que une o novo visual ao conjunto mecânico da geração anterior.


  • + Robustez
  • + Manutenção e preço de peças
  • + Proposta trabalhadora
  • + Conectividade
  • - Acabamento
  • - Desempenho quando carregada
  • - Consumo quando carregada
 
  • 5.0 Estrela icone
  • 5.0 de 5 estrelas
  1. Home
  2. Testes
  3. Fiat Strada Endurance: cara nova na alma de sempre
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

Hoje você vai ler por aqui o teste completo da nova Fiat Strada Endurance, a versão de entrada da nova geração da picape compacta mais vendida do Brasil. Aqui no WM1 publicamos recentemente diversas notícias a respeito do modelo, lançado oficialmente no fim de junho:

    Fiat Strada Endurance: versão de entrada

    O carro escolhido para o teste de hoje ainda não apareceu oficialmente por aqui, porque até agora falamos basicamente das configurações intermediária Freedom (nos comparativos, principalmente) e da topo de linha Volcano.

    No catálogo, a Fiat Strada Endurance é a primeira opção oferecida pela nova geração, vendida por R$ 63.590 com cabine simples (chamada de Cabine Plus pela marca italiana) e R$ 74.990, com cabine dupla - vale lembrar que a geração antiga segue à venda só na configuração Hard Working, ao preço de R$ 61.590 (apenas com cabine simples).

    O teste de hoje é com a Strada Endurance CD, que traz de série direção hidráulica, ar-condicionado, volante com ajuste de altura (sem opção de profundidade), computador de bordo, luz de uso diurno, porta-escada, rodas de aço de 15", cinto de segurança com ajuste de altura, caçamba com protetor, iluminação e tampa com alívio de peso - além de itens de segurança, como quatro airbags, controles de estabilidade e tração, assistente à partida em rampa, e Isofix e Top Tether para fixação de cadeirinhas infantis.

    O nosso carro tinha todos os opcionais: o pacote Worker, de R$ 2.500 (que inclui alarme, travas e vidros elétricos e banco do motorista com ajuste de altura); Áudio, por R$ 1.500 (rádio com USB e volante multifuncional) e Tech, de R$ 3.490 (multimídia com tela de 7" painel de instrumentos com display de 3,5", duas portas USB, câmera e sensor de ré). Resultado: a Fiat Strada Endurance "de entrada" testada custa salgados R$ 82.480.

    A nova Fiat Strada é uma "mini-Toro"?

    Motor e câmbio

    Essa versão utiliza o antigo motor 1.4 Fire que já era usado pela Strada anterior. Rende até 88 cv e 12,4 kgf.m de torque com etanol e 85 cv e 12,4 kgf.m, com gasolina. O câmbio é manual de cinco marchas.

    É sobre isso que mais vamos falar. A Strada Endurance, com esse conjunto, une a cara e o corpo novos, criados pela inédita plataforma, à mesma alma "guerreira" da geração anterior - vista por muitos como um verdadeiro "tanque de guerra", devido justamente ao motor valente e robusto.

    Ele não é forte e está longe de ser moderno. A prova disso está justamente no 1.3 Firefly das versões mais caras, que é mais novo e - mesmo menor - mais forte que o 1.4 Fire.

    O que não significa que a Strada seja fraca. Como dissemos, o motor é valente e aguenta o tranco de receber aceleradas mais nervosas e demoradas - o torque só aparece a 3.500 rpm, o que faz com que seja quase necessário diminuir marchas para aproveitar o melhor de seu desempenho.

    Isso, em teoria, afeta o consumo, mas a Strada testada mostrou o contrário. Segundo o Inmetro, com etanol no tanque, ela faz 8,3 km/l na cidade e 8,9 km/l na rodovia - com gasolina, os números vão a 11,7 km/l  e 12,4 km/l, respectivamente. Em nosso teste, ficamos na média de 9 km/l na cidade sempre com etanol e ar-condicionado ligado - ou seja, o que aferimos foi ainda melhor do que os que são divulgados.

    Veja o teste completo da Strada Volcano

    Central sem fio

    Embora seja ofertada como opcional nessa versão (dentro do pacote Tech, de R$ 3.490), a central multimídia Uconnect é digna de elogios: fácil de mexer, ainda oferece a possibilidade de conexão com Apple CarPlay por bluetooth, sem fio. Foi meu caso, já que tenho um iPhone. E funciona muito bem.

    O acabamento também precisa ser destacado por aqui, ainda que de forma negativa. Há excesso de plástico duro espalhado pela cabine sem qualquer contorno emborrachado. A simplicidade é tremenda tanto nos painéis de porta, quanto no console. Ok, falamos de um carro de "trabalho", mas essa falta de esmero torna-se contraditória quando lembramos do preço maior de R$ 80 mil.

    Essa sensação de falta de cuidado com a qualidade dos materiais fica ainda mais evidente quando lembramos que a Toro custava esse preço na época em que foi lançada no Brasil, em 2016 - hoje em dia, importante destacar, a versão mais barata da picape médio-compacta custa R$ 99.990.

     Fiat Strada Endurance 2020 só tem central multimídia Uconnect se for equipada com o opcional Tech
    Legenda: Fiat Strada Endurance 2020 só tem central multimídia Uconnect se for equipada com o opcional Tech

    Como anda

    Hora de acelerar. Dinamicamente é sensível a melhora quando a Strada Endurance é comparada à geração anterior, que utilizava o mesmo motor. Nova plataforma, suspensões em formato clássico (do tipo McPherson na dianteira e por eixo rígido na traseira) e a estrutura de monobloco deram vida à versão mais trabalhadora da picape. Agora, é fato que em uma análise com as configurações que usam o 1.3 Firefly, o downgrade é perceptível.

    A Strada Endurance CD é leve (são 1.140 kg) e esse é o principal motivo para o bom comportamento - e consumo. De acordo com dados oficiais da fabricante, o carro acelera de 0 a 100 km/h em 12,8 segundos e chega a 158 km/h de velocidade máxima. Agora, com a caçamba carregada (até 650 kg de capacidade útil), a história muda - e com quatro pessoas a bordo, ainda, o consumo também cai.

    A conclusão dessa sequência de sensações é a seguinte: a nova geração da Strada feita para o trabalho, que carrega o sobrenome Endurance, alia o desenho renovado e uma plataforma mais moderna ao tradicional conjunto mecânico robusto e valente que conhecemos há alguns anos.

    Isso é bom mercadologicamente, e em parte no pós-venda, já que as peças tendem a ser mais em conta - apesar de as revisões das versões Firefly serem mais baratas. Mas essa estratégia também deixa claro que esse motor e câmbio já mostram que têm certa idade - que fica ainda mais evidente quando a picape roda carregada, com desempenho aquém do necessário e consumo mais elevado.

    Ancora: Conclusão Score

    Ficha Técnica

    FIAT - STRADA - 2021
    1.4 FIRE FLEX ENDURANCE CD MANUAL
    R$ 75990

    Motor / Desempenho / Consumo +

    • Cilindrada (litros)
    • 1.4
    • Cilindrada cm³
    • 1368
    • Disposição dos cilindros
    • Linha
    • Número de cilindros
    • 4
    • Número de válvulas por cilindro
    • 2
    • Comando de Válvulas
    • SOHC
    • Comando de válvulas variável
    • Não
    • Combustível (comercial)
    • Flex
    • Combustível secundário
    • Gasolina
    • Alimentação
    • Aspirado
    • Nomenclatura do motor (comercial)
    • Fire
    • Potência (cv/rpm)
    • 88/5750
    • Torque (kgfm/rpm)
    • 12,5/3500
    • Potência secundária (cv/rpm)
    • 85/5750
    • Torque secundário (kgfm/rpm)
    • 12,4/3500
    • Velocidade máxima (km/hora)
    • 157
    • Aceleração 0-100 km/h (segundos)
    • 12,3
    • Consumo cidade (km/litro) - Combustível 1
    • 8,3
    • Consumo estrada (km/litro) - Combustível 1
    • 8,8
    • Consumo cidade (km/litro) - Combustível 2
    • 11,8
    • Consumo estrada (km/litro) - Combustível 2
    • 12,4
    • Fonte consumo
    • Montadora

    Transmissão +

    • Transmissão
    • Manual
    • Número de marchas
    • 5
    • Localização do câmbio
    • Assoalho
    • Tração
    • Dianteira

    Freios / Suspensão / Direção +

    • Freios dianteiros
    • Disco ventilado
    • Freios traseiros
    • Tambor
    • Freio de estacionamento
    • Manual
    • Suspensão - Dianteira
    • McPherson
    • Suspensão - Molas dianteiras
    • Helicoidal
    • Suspensão - Traseira
    • Eixo de torção
    • Suspensão - Molas traseiras
    • Helicoidal
    • Direção - Assistência
    • Hidráulica
    • Direção - Ajustes
    • Altura

    Dimensões e Capacidades +

    • Comprimento (mm)
    • 4474
    • Largura (mm)
    • 1732
    • Altura (mm)
    • 1599
    • Entre-eixos (mm)
    • 2737
    • Altura em relação ao solo (mm)
    • 212
    • Ângulo de ataque (graus)
    • 23,7
    • Ângulo de saída (graus)
    • 26,5
    • Capacidade tanque de combustível (litros)
    • 55
    • Capacidade do porta-malas (litros)
    • 844
    • Peso líquido em ordem de marcha (kg)
    • 1140
    • Carga útil (kg)
    • 650

    Tecnologia / Conectividade +

    • Sistema de áudio - Tipo
    • Multifunções
    • Sistema de áudio - Nomenclatura (comercial)
    • Uconnect
    • USB
    • Sim
    • AUX-in
    • Sim
    • Bluetooth
    • Conexão com celular
    • Tela de entretenimento - Tamanho da tela (pol.)
    • 7
    • Tela de entretenimento - Espelhamento com smartphone
    • Apple CarPlay + Google Android Auto
    • Tela de entretenimento - Navegação (GPS)
    • Integrado
    • Controle de áudio
    • No volante

    Rodas e Pneus +

    • Tipo de roda - Tipo de roda
    • Aço
    • Tipo de roda - Calotas
    • Integrais
    • Dianteira - Aro (pol.)
    • 15
    • Dianteira - Pneus (largura/perfil/aro)
    • 195/65
    • Traseira - Aro (pol.)
    • 15
    • Traseira - Pneus (largura/perfil)
    • 195/65
    • Estepe
    • Convencional
    • No Bolso8.7
    • Tecnologia9.3
    • Vida a bordo8.7
    • Desempenho8.2
    • Opinião do repórter9.1
    • + Robustez
    • + Manutenção e preço de peças
    • + Proposta trabalhadora
    • + Conectividade
    • - Acabamento
    • - Desempenho quando carregada
    • - Consumo quando carregada
     
    8.7

    Compartilhar
    0
    Comentários