KA XR 1.6

mais forte, justo e ágil


  1. Home
  2. Testes
  3. KA XR 1.6
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon















O novo Ford Ka XR 1.6 chega no mês de maio. O modelo
custa de R$ 22.530, básico, a R$ 26.550, o mais completo.
Ele deriva do Ka 1.0, mas sofreu modificações
substanciais para adequar-se ao novo motor 1.6, da família
Zetec Rocam.


Há muito critica-se a Ford pela ausência de
bons produtos para enfrentar o concorridíssimo mercado
brasileiro. Mas parece que as coisas estão mudando.
Este novo Ka é um acerto. É um produto redondo,
segmentado, não-aventureiro e bem-resolvido tecnicamente
- portanto, não-oportunista.



O Ka 1.0 sofreu mudanças importantes, em todos os
setores onde um motor 1.6 poderia trazer problemas ou estrangulamentos.
Por exemplo, todo o sistema de transmissão, incluindo
semi-eixos e homocinéticas, foi redimensionado. Estruturalmente,
as mudanças não foram pequenas - inclusão
de uma barra transversal dianteira (aumento de resistência
e durabilidade), alterações na longarina e na
travessa dianteira (para que os novos pneus 185/60 R14 pudessem
se mexer confortavelmente dentro dos pára-lamas), entre
outras.


Ainda houve outras modificações: filtro de
ar redimesionado, freios a disco na frente e a tambor (redimensionado)
atrás, suspensões recalibradas, molas deslocadas
em relação ao amortecedor, refrigeração
melhorada (radiador maior, entradas adicionais de ar no pára-choque
dianteiro), dutos de fluidos (de freio, lubrificação
e refrigeração) com maior diâmetro, um
sistema de exaustão completamente redesenhado, suportes
de fixação e suportes redimensionados e de outro
material. Na verdade, há muito mais: novas rodas, novo
filtro de ar, novas válvulas, interior redecorado,
instrumentos novos, um aerofólio que a Ford garante
não ser apenas ornamental etc.








O novo motor tem 95 cavalos a 5.500 rpm, 14,2 kgfm de torque,
a 3.000 rpm; 0 a 100 km/h em 10,8 s; consumo de 11,4 km/l na
cidade e 14,6 km/l na estrada e velocidade final de 186 km/h
(números da fábrica). O câmbio recebeu
alterações na relação de marchas,
para não permitir buracos entre uma e outra, além
de garantir o máximo aproveitamento do torque - ficou
bem justo, curto e ágil.








O novo Ka XR 1.6 anda muito bem.
É muito bom no trânsito urbano: tem respostas rápidas
sem ser nervoso, manobra facilmente em trechos pequenos
e não perde torque em baixa (característica deste
motor Zetec). Embora não tenha sido possível testá-lo
em estrada, ou mesmo no autódromo de Interlagos, onde
foi apresentado à imprensa, algumascurvas mais rápidas
em cones e ruas desertas mostraram que ele é muito estável
e que, provavelmente, se o carro estiver somente com o motorista,
poderá sair um pouco de traseira.

Vale a pena conhecer o carrinho. Ele prosseguirá levando
com honra a sigla XR, que o Escort ostentou com galhardia.







Texto e fotos de Antonio Geremias  





Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors