Isofix é regularizado pelo Inmetro

Desenvolvido na Europa, sistema está presente em apenas 5% dos veículos vendidos no Brasil
  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Isofix é regularizado pelo Inmetro
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon


O Inmetro, enfim, regulamentou o sistema Isofix de fixação para cadeiras infantis em automóveis. Desenvolvido em 1997 na Europa, o sistema está presente em uma pequena parcela de automóveis oferecidos no Brasil (5%), mas ainda não havia sido regulamentado pelo órgão brasileiro. Os demais modos de fixação, porém, continuam disponíveis no mercado.


“É importante ressaltar que a regulamentação não proíbe a comercialização de cadeirinhas que possuem apenas o sistema de fixação por meio do cinto de segurança”, explica Alfredo Lobo, diretor de Avaliação da Conformidade do Inmetro. A publicação ocorreu nesta quinta-feira (16) no Diário Oficial da União, com a Portaria Inmetro nº 18 de 2017.


Segundo o Inmetro, os fabricantes nacionais e importados terão um prazo de 6 a 12 meses para adequação às novas regras. Quem apresentar produtos que fujam às regras após o prazo determinado poderá sofrer penalidades.


A utilização do Isofix depende tanto das cadeirinhas como dos automóveis, que precisam ter pontos de ancoragem para o sistema de fixação rápida. Segundo Lobo, a principal característica do Isofix é permitir uma fixação mais fácil, se comparado ao cinto de segurança, e segura.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors