Roncaço de motores boxer agita ruas de São Paulo

Grupo promove na Paulista uma festa de antigos em alta rotação
  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Roncaço de motores boxer agita ruas de São Paulo
Renato Bellote
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- A avenida Paulista é um local tradicional de confraternização na cidade de São Paulo. Títulos de futebol, passeatas, comícios, eventos esportivos e shows são realizados neste belo cartão-postal. Por esse motivo, no último dia 28 foi realizado ali o “2º Roncaço de Motores VW Boxer”. Estive presente e vou contar tudo o que aconteceu.

Bom, pra começar, o domingo estava com céu nublado. Acordei lá pelas 7h30 e dei uma olhada na janela. O dia estava bastante escuro, com cara de poucos amigos. De qualquer modo, saí de casa meia hora depois. A concentração começaria às 9h, defronte ao Pacaembu.

Durante o percurso, os Beatles foram me fazendo companhia no rádio. A avenida Brasil estava quase vazia e o trajeto demorou cerca de vinte minutos. Depois de passar pelo túnel Noite Ilustrada – saudoso sambista mineiro – “mergulhei” na descida íngreme que leva ao estádio.

O Pacaembu, inaugurado em 1940, tem uma estrutura imponente, que deixa boquiaberto qualquer um que passe admirando seu estrondoso tamanho. Logo depois de fazer o retorno, já avistei dezenas de Fusca – a perder de vista – e muita, mas muita gente que estava chegando ao evento.

Estacionei o carro e fui atrás do Alexander Gromow, um dos maiores especialistas no assunto e incentivador da carreata. Seu belo modelo 1955 chama atenção à distância. Logo depois, fiquei conhecendo o Edivaldo Fernandez, presidente do Fusca Clube do ABC e outro grande entusiasta do encontro.

Neste momento o sol começou a brilhar, como se fosse mágica. “Acho que São Pedro gosta de Fusca”, brincou o Alexander. E o pessoal começou a chegar em peso, com mais e mais “besouros” buzinando e fazendo uma grande algazarra pela rua.

Aproveitei o tempo de concentração – só sairíamos às 10h – para fotografar algumas beldades. Fusca, Brasília, Variant, TL, Kombi, Zé do caixão, SP2, Karmann-Ghia e Puma estacionaram no ângulo de 45°, mostrando uma perspectiva fantástica, do tamanho do amor que os proprietários têm por esses carros.

Modelos originais – com placa preta e tudo – se misturaram aos modificados, gerando uma bela visão do todo. Um Fusca prateado chamou minha atenção, com rodas modelo orbital e uma vistosa turbina no motor, que impunha respeito a cada acelerada.

Quanto aos clássicos, um artigo só não seria suficiente para descrevê-los. Exemplares impecáveis de diversos anos, demonstrando todo o cuidado dos donos em sua preservação. Alguns deles ostentavam os selos dos diversos encontros dos quais haviam participado.

Um exemplar, com volante do lado direto, despertou minha atenção. O carro pertence ao colecionador Reinaldo Abrahão e foi comprado em 1967. Mas falarei mais dessa relíquia em uma matéria própria. Cláudia Floriano, da Confraria do Fusca, também marcou presença por ali, com um simpático poodle a tiracolo.

Outro carro que merece comentário é um Fusca 1961, tendo como companhia um reboque – que reproduzia a parte traseira do Volkswagen – e carregava uma vistosa Lambretta. Nostalgia pura.

“Senhores, liguem seus motores!”, foi a ordem geral. Pouco depois das 10h, mais de uma centena de motores boxer foram ligados, quase que ao mesmo tempo. O ruído tomou conta de todo o ambiente. A sinfonia foi crescendo. Algo difícil de descrever em palavras.

Alexander Gromow partiu puxando todo o comboio. Fiquei quase dez minutos aguardando a saída de todos os carros. A festiva carreata foi subindo pela rua, em direção ao cemitério do Araçá e tive que correr para não perder nenhum detalhe.

A fila de modelos impressionava. Alguns motoristas que passavam tiravam fotos do celular e chamavam a criançada na janela. Interessante notar como uma carreata de veículos antigos consegue atrair gente de todas as idades.

O comboio entrou na Paulista e o trânsito, literalmente, parou. Alguns apontavam, outros abanavam a mão e alguns sacavam o telefone para fotografar. Tive que ultrapassar os carros e estacionar em um dos espaços de carga e descarga. Daí, foi só subir na mureta e tentar o melhor ângulo. Vida de fotógrafo amador não é fácil.

Em frente ao Hospital Santa Catarina, um momento de respeito. O Gromow saiu do carro e conclamou os motoristas a fazerem silêncio. Foi o único instante em que os carros passaram sem fazer barulho e buzinaço.

Enquanto o comboio fazia a volta, novamente me adiantei e aguardei em um posto de combustível. Por ali, fiquei conhecendo o engenheiro Ervin Moretti, dono de um Fusca 1974, carinhosamente apelidado de Horácio, por causa da cor verde-hippie.

“Essa época era boa”, comentou comigo uma senhora de idade que passava na calçada. Acredito que ela não via tantos Fuscas assim há muito tempo. Logo depois, um senhor, desta vez a bordo de uma Zafira, abaixou o vidro e perguntou sobre a grande quantidade de raridades. Coisas do antigomobilismo.

Já passava do meio-dia quando o comboio voltou ao estádio. Confesso que a visão dos clássicos Volkswagens serpenteando ao lado do Pacaembu é algo fascinante. Amarelo, vermelho, verde, branco, laranja. Uma grande variedade de cores e estilos.

Logo depois, me despedi dos novos e velhos amigos e voltei para casa. Ferdinand Porsche estaria contente de ver os propulsores criados por ele há 72 anos chamando tanta atenção. Deixo aqui uma saudação especial ao Alexander e ao Edivaldo, que mantêm o sonho vivo e os motores boxer roncando alto.

Gosta de motores boxer?

Então veja abaixo as nossas ofertas de antigos que os utilizam:

Bianco S Tarpan

Chamonix

Miura

MP Lafer

Puma

VW Brasília

VW SP2

VW Karmann-Ghia

VW Fusca

VW KombiLeia também:

Clássicos de Competição homenageia antigos

O fino dos leilões

Novo Uirapuru: o retorno de um mito

Farus Quadro

Chevette GP II

_______________________________
* Renato Bellote, 27 anos, é bacharel em Direito e assina seis colunas sobre antigomobilismo na internet. O autor tem textos publicados em doze países de língua espanhola e é correspondente do site português Lusomotores

________________________________

Receba as notícias mais quentes e boletins de manutenção de seu carro. Clique aqui e cadastre-se na Agenda do Carro!
_______________________________
E-mail: Comente esta matéria

Envie essa matéria para uma amigoa

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors