Álcool está ligado a 43% das mortes no trânsito de SP

Maioria das vítimas era do sexo masculino, jovem e solteiro
  1. Home
  2. Bolso
  3. Álcool está ligado a 43% das mortes no trânsito de SP
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- O consumo excessivo de bebidas alcoólicas está relacionado a 42,7% dos acidentes fatais no trânsito da cidade de São Paulo, segundo pesquisa da Secretaria de Estado da Saúde, realizada no segundo semestre de 2004 com base em 454 laudos do Instituto Médico Legal IML.

A pesquisa revela que de julho a dezembro de 2004, das 454 vítimas fatais em acidentes de trânsito, 194 tinham concentração alcoólica no sangue acima de 0,6 g/l gramas por litro, o máximo permitido pela legislação brasileira. A quantidade necessária para atingir essa concentração no sangue é equivalente a ingestão de duas latas de cerveja cerca de 600ml, 200 ml de vinho duas taças ou 80 ml de destilados duas doses.

A pesquisa ainda revela que as maiores concentrações alcoólicas foram encontradas em jovens de 20 a 29 anos do sexo masculino, solteiros e que morreram no próprio local do acidente. Segundo a pesquisa, a taxa geral de mortalidade por acidentes de trânsito foi de 14 por 100.000 habitantes. Entre os homens esse índice foi de 11,2 / 100.000. Já entre as mulheres, de apenas 3,1 / 100.000.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors