Por enquanto, só há a versão 1.6

Seat popular só chega em março
  1. Home
  2. Bolso
  3. Por enquanto, só há a versão 1.6
Aparício Noscuro
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Foi apresentada ontem, em Maragogi, Alagoas, a nova linha de carros pequenos da Seat, com a chegada de um novo integrante, a perua Córdoba Vario.

A fabricante espanhola frustrou as expectativas ao deixar de apresentar as versões populares do Córdoba e do Ibiza, que receberão o motor 1.0 16V que equipa o Gol. Segundo Alcides Cavalcanti, gerente de operações da Seat, eles chegarão ao mercado em março de 2000 e ainda não foram apresentados devido a adaptações no motor, que será colocado transversalmente no Gol, ele é colocado na longitudinal.

Os motivos devem ser outros. Se já não estivessem definitivamente desenvolvidos, a Seat não teria divulgados números de desempenho tão completos quanto os já passados para a imprensa.

Segundo esses números, o Ibiza 1.0 16V tem autonomia de 12,3 km/l na cidade e de 16,9 km/l na estrada. Sua velocidade final é de 160 km/h e ele vai de 0 a 100 km/h em 14,6 segundos.

O mesmo ocorre com o Córdoba 1.0 16V, que atinge até 157 km/h e atinge 100 km/h partindo do 0 em 15 segundos. O carro faz 12,1 km/l na cidade e 16,8 km/l. Todos esses dados são de responsabilidade da montadora.

Uma das razões prováveis é o preparo da rede Seat para atender um maior volume de veículos, já que as vendas dos carros populares podem representar um salto nas vendas da marca.

Os modelos topo de linha são equipados com o motor 1.6 do Golf, que rende 101 cv e 14,8 kgm, suficientes para dar aos carros um desempenho bastante razoável.

Nesse quesito, o Ibiza se destaca. Suas marchas são bem escalonadas e o carro oferece respostas rápidas e precisas. O Córdoba, mais pesado, se ressente um pouco de seu peso maior e talvez pudesse ter tido as relações de seu câmbio um pouco encurtadas para garantir a mesma agilidade de sua versão hatch, mas isso encareceria demais o carro para o volume que se espera vender dele no Brasil. Economicamente, não faria sentido.

O interior dos carros, o mesmo para todos, foi totalmente renovado, ganhando um padrão de acabamento muito semelhante ao do VW Golf, o melhor entre os médios-pequenos nacionais, e resolvendo boa parte dos problemas de ergonomia que o prejudicavam. Os comandos dos vidros agora repousam na porta do motorista, junto com os comandos elétricos dos retrovisores. Os comandos dos vidros de trás, no entanto, estão em má posição, na frente da alavanca de câmbio.

O painel traz tacômetro e os instrumentos de praxe, e é de visualização fácil. A posição de dirigir é facilmente encontrada: o volante tem regulagem de altura, bem como o banco.

A visibilidade é muito boa em todos os sentidos, mas tem seu calcanhar-de-Aquiles no retrovisor do lado direito, ridiculamente pequeno e com pontos cegos perigosos, o padrão da nova linha do Grupo Volkswagen. Do jeito que os motoristas brasileiros de um modo geral utilizam os retrovisores, se a redução do tamanho é feita por economia, retirá-lo talvez não fizesse diferença. A padronização desse erro é muito ruim, e uma pena.

Espaço interno é uma das maiores qualidades da linha de carros pequenos: sobra espaço para pessoas maiores de 1,80 metro, tanto na frente quanto atrás. Com um motorista dessa altura, um passageiro de mesma altura viajando atrás tem espaço suficiente para as pernas não ficarem espremidas ou abertas. É possível juntá-las, mas não esticá-las.

Para bagagens, o mais bem servido dos três carros é o Córdoba. Ele ganha da perua com larga folga: tem 455 litros de capacidade, contra 390 litros da perua, que não pode ser avaliada em marcha por ter chegado ao evento no dia da partida dos jornalistas, e sem placa. Deu tudo errado para ela, ou para a Seat, que poderia ter adiado o lançamento para permitir que sua maior novidade tivesse o devido destaque. Mas talvez tudo tenha se dado por conveniência, uma vez que a perua é 64 kg mais pesada que o Córdoba, que já se ressente com o peso a mais em relação ao Ibiza. Compará-la com o hatch poderia ser altamente prejudicial...

A perua parece ter sido pouco modificada. A traseira é bastante semelhante à do antigo Córdoba. Faltou cuidado com o carro.

Não fosse pelo porta-malas bastante pequeno, seria possível dizer que o Ibiza é um Golf menor, mas com melhor desempenho devido ao peso menor. Custa pouco a menos que o carro médio-pequeno.

Os preços dos carros são os seguintes, trazidos em primeira mão pela WebMotors: o Ibiza começa custando R$ 25.616 e vai até R$ 32.056, o Córdoba vai de R$ 26.687 até R$ 36.932 e a Córdoba Vario tem seu preço variando de R$ 28.930 a R$ 39.175.

Em nosso site, as notícias do mundo automobilístico são levadas a você quase na mesma hora em que ocorrem. Gostou?
Recomende aos amigos uma visita ao WebMotors. Quer criticar? Entre em contato comigo pelo endereço abaixo e fique à vontade para dar sugestões, fazer críticas e elogiar, também, por que não? Seu retorno é parte importante de nosso trabalho.

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors