Apesar da crise mundial, vendas de caminhões crescem em outubro

Nos mês passado, foram comercializados 12.586 caminhões. Por outro lado, houve queda nas vendas de ônibus
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Apesar da crise mundial, vendas de caminhões crescem em outubro
Agência Infomoto
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A “crise econômica mundial” ainda não atingiu o mercado de caminhões. Se é que vai atingir. De acordo com o balanço da Anfavea – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, houve um pequeno aumento, de 1,8%, nas vendas de caminhões no atacado. Por outro lado, na comercialização de ônibus foi registrada uma forte queda de 20,5%. Mas, não se sabe se foi um reflexo da crise.

“O mês de outubro foi um mês de tropeço de um modo geral na indústria automotiva. Todos esperavam uma crise maior do que ela realmente é. Espero que haja uma superação mundial contra esse pessimismo que foi chegando”, afirmou Jackson Schneider, presidente da Anfavea.

Porém, o mercado de caminhões segue outro caminho. “A queda de vendas não atingiu os caminhões. Não mudamos nossas projeções”, completou Schneider, que ainda deu sua opinião sobre o ano que vem. “Acredito que em 2009 há potencial para crescimento, mas nada comparado aos níveis que obtivemos em 2008”, disse.

Licenciamentos

Sem dúvida, o balanço dos licenciamentos não foi o mais festejado pelos executivos do setor. Explicação? Aumento de 0,1% nos caminhões e queda de 2,1% nos ônibus. Realmente, um outubro para se esquecer, em relação a todos os recordes que foram batidos neste ano.

Nos caminhões, foram licenciadas 11.944 unidades contra 11.927 de setembro. Já nos ônibus, 2.588 chassis receberam o licenciamento. Em setembro, foram 2.644.

Vendas

Foram vendidos no atacado, em outubro, 12.586 caminhões, um aumento de 1,8% sobre as 12.368 unidades comercializadas em setembro. Tímido, mas pelo menos houve um acréscimo. Diferente dos outros mercados da indústria automotiva.

Nessa comparação, os caminhões destoaram da tendência de queda que inundou o mercado no mês passado. Maré que caiu em cheio em cima das vendas de ônibus, que diminuíram 20,5%. Passando de 2.264 chassis para 1.799.

Produção

Saíram das linhas de produção de caminhões, 18.016 unidades em outubro. Um acréscimo de 8,2% em relação às 16.657 unidades produzidas em setembro.

Já no segmento de ônibus, a queda foi bem menor do que nas vendas, “apenas” 0,5%. Foram fabricados 4.052 chassis em outubro contra 4.074 em setembro.

Exportações

A área de exportações foi a única que deu boas notícias tanto nos caminhões quanto nos ônibus. Muito provável pela oportunidade que os executivos da área tiveram com o aumento do valor do dólar. Seguiram aos portos 4.101 caminhões, alta de 4,7% sobre os 3.917 produtos de setembro.

No mercado de ônibus, foram exportados no mês passado 1.980 chassis, forte alta de 28,1% em comparação às 1.546 unidades de setembro.

Jackson Schneider acredita que em novembro o mercado automotivo como um todo deverá voltar ao normal. É esperar para ver. Que não seja a crise, lógico!



Leia também:


Presidente da Fenabrave tranqüiliza o mercado sobre a crise

Vendas de caminhões crescem 35,5%

1º semestre de 2008 é o melhor da história, em vendas e produção

Acumulado do ano é o melhor da história

Vendas de caminhões crescem 40,1% no primeiro trimestre

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors