Bewerp vende duas unidades do Savage no Top Marques Monaco

Modelo, que terá apenas 20 unidades produzidas, custará entre 600 mil e 700 mil euros, valor entre R$ 1,7 milhão e R$ 2 milhões
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Bewerp vende duas unidades do Savage no Top Marques Monaco
Gustavo Ruffo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Em janeiro deste ano, mencionamos que o Bewerp Savage Rivale Roadyacht GTS, um supercarro holandês criado pelos designers Emile Pop e Justin de Boer, sua estreia estava prometida para o AutoRai, maior salão de automóveis dos Países Baixos. Apesar de a abertura do evento ter sido em 1º de abril, não houve brincadeira de mau gosto nenhuma e o Savage realmente apareceu por lá. Aproveitou e também deu uma passadinha pelo Top Marques Monaco.

Além de aparecer, o Savage já teve 2 de suas 20 unidades vendidas. “Calculo que devamos entregar as primeiras unidades do carro em janeiro de 2011. O preço ficará entre 600 mil e 700 mil euros, dependendo de como o cliente vai querer o carro”, disse Emile Pop ao WebMotors. Esse valor, em reais, daria algo entre R$ 1,7 milhão e R$ 2 milhões.

O valor se justifica pela exclusividade. Primeiro, pelas poucas unidades que serão fabricadas. Segundo, por sua proposta inovadora em muitos aspectos. Para começar, ele será um superesportivo. Com quatro portas e quatro lugares.

Isso bagunça um bocado a linha entre o que é um supercarro e um grã-turismo, uma discussão que você pode entender melhor ao ler a avaliação do Maserati GranTurismo. As portas traseiras terão abertura em tesoura, como as da frente, mas no estilo suicida, ou seja, da frente para trás.

Outra confusão que o supercarro holandês pretende criar é com o fato de ele ser um cupê cabriolet, ou seja, de ter uma capota rígida retrátil. Ainda que isso não seja novidade, nunca se viu um carro com portas-tesoura adotar essa solução.

O que ele não quer deixar nenhuma dúvida é a respeito de sua capacidade de acelerar. Para isso, o Savage terá um motor V8 da GM, o mesmo usado no Corvette Z06, ou seja, o LS7. Podia ser o LS9, usado no ZR1, mas os estudantes começaram o projeto quando ele ainda não existia. Montado na dianteira, o motor receberá compressor mecânico para ficar ainda mais forte. Serão 601 cv a 6.200 rpm e 750 Nm a 4.800 rpm. A caixa de câmbio, automática, transmitirá força às rodas traseiras.

Como comportamento dinâmico inclui mais que um acelerador bem disposto, o Bewerp também trará freios a disco de 380 mm na dianteira, com pinças de oito pistões, e de 355 mm na traseira, com pinças de quatro pistões.

Luxuoso, o Savage será aberto e ligado por um relógio especial. Por dentro, a referência a um iate, feita em seu nome gigantesco, começará a fazer sentido. O assoalho lembrará o deste barco sofisticado, assim como os equipamentos: visor dos instrumentos ao nível dos olhos, bancos elétricos, TV digital com um visor de 10”.

Todos os quatro lugares terão nichos especiais, criados pelo console central alto, o que dará uma sensação de individualidade e desagradará aos apaixonados em geral. O chassi, falando nisso, é de treliça de aço cromo-molibdênio e sua carroceria, em fibra de carbono.

Pop e De Boer não pretendem ficar apenas no Savage Rivale Roadyacht GTS. “Se esse projeto der certo, produziremos algumas versões especiais. O futuro, só o tempo dirá, mas temos algumas idéias interessantes na prancheta”, disse Pop ao WebMotors. Se elas vingarem, tomara que sejam tão bonitas quanto o Savage. E que tenham nomes menores...

Siga a gente no Twitter! Novidades, segredos e muito mais: www.twitter.com/WebMotors

Gosta de esportivos?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas:

Audi R8

Bugatti Veyron

Aston Martin

Porsche

Ferrari

Lamborghini

Leia também:

Aston Martin One-77 ganha prêmio em Villa dEste

Morgan, centenária, cria o Aero SuperSports para comemorar idade

Aston Martin One-77 estreará oficialmente em Villa d’Este

Jaguar inicia contagem regressiva para o lançamento do novo XJ

Stile Bertone mostra o Mantide no Salão de Xangai

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors