Chevrolet Vectra GT ganha nova frente e motor, mas mantém modelo 2009

Confusão vai prejudicar compradores da versão anterior, também vendida como linha 2009
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Chevrolet Vectra GT ganha nova frente e motor, mas mantém modelo 2009
Gustavo Ruffo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Quando se fala em remix, fica claro que se trata de uma música que foi sucesso e que recebeu uma roupagem nova. Apesar de diferente, eventualmente mais dançante, ela não é inteiramente nova. A GM resolveu chamar o novo Vectra GT exatamente assim: Remix. E há vantagens evidentes no carro, mas ele não deixa de ser mais do mesmo. Pior: com o mesmo ano-modelo do veículo que substitui.

Explicamos. Para quem for comprar o carro novo, as notícias são excelentes: as mudanças todas que ele sofreu, e que o tornaram uma opção melhor, ainda deixaram seu preço mais baixo. Mas ele continua a ser modelo 2009, assim como o veículo anterior, mais caro, menos interessante esteticamente, com motor mais fraco e mais gastão. Quando os dois forem colocados lado a lado em um classificado de veículos no WebMotors, por exemplo, adivinha qual o comprador de usados vai preferir?

Já temos como certas as reclamações dos anunciantes pedindo para vender o novo GT como Remix, algo que não podemos fazer por este não ser o nome do modelo, mas sim um recurso promocional, como usar New ou Novo acompanhado por um novo ano-modelo para o carro só para que o consumidor tenha uma percepção diferente do veículo. Não há como diferenciar tecnicamente os dois modelos nos classificados, por opção da GM. Ainda não sabemos explicar os motivos.

Interessante será ver a expressão do cliente típico do Vectra GT, antenado, descolado, descontraído e muito moderno, diante dessa situação. Especialmente se ele já tiver comprado um Vectra GT 2009.

Para quem pode aproveitar as vantagens do Remix, o novo motor é mais potente e econômico. Assim como no Vectra Next Edition, o sedã, o motor agora desenvolve 140 cv a 5.600 rpm com álcool e 133 cv com gasolina na mesma rotação. O torque está em 193 Nm com o combustível vegetal e 185 Nm com o fóssil a 2.600 rpm. O anterior tinha 121 cv com gasolina e 127,6 cv com álcool a 5.200 rpm, com torque de 180 Nm com gasolina a 2.600 rpm e 192 Nm com álcool a 2.400 rpm.

A aparência também está mais interessante, com faróis maiores e melhor acabamento. Até o preço melhorou: o do GT caiu de R$ 57.784 para R$ 56.034, enquanto o do GT-X foi de R$ 66.284 para R$ 64.134. Tudo porque o GPS não vem mais no carro, segundo a GM. E não vem porque o cliente típico deste veículo prefere escolher seu próprio GPS. Se ele fosse integrado ao carro, como no Linea, essa desculpa não valeria.

Ainda não tivemos a oportunidade de avaliar o Vectra GT, mas, com essa nova configuração, a Chevrolet espera que o carro seja conhecido por baixo consumo, ao contrário das versões anteriores. A sorte do Vectra GT Remix é que, ao contrário do que normalmente acontece com as músicas, o consumidor certamente preferirá a versão renovada, certamente mais dançante, animada e divertida. Azar de quem escolheu a original...

Siga a gente no Twitter! Novidades, segredos e muito mais: www.twitter.com/WebMotors

Gosta de hatches médios?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas para esse segmento:

Chevrolet Vectra GT

Volkswagen Golf

Chevrolet Astra

Ford Focus

Fiat Stilo

Nissan Tiida

Peugeot 307

Peugeot 306

Renault Mégane

Citroën C4

Leia também:

VW Polo chega a sua quinta geração no Salão de Genebra

Impedido de usar diesel, VW Polo BlueMotion brasileiro vai de álcool

Chevrolet apresenta o Vectra Next Edition

Aos 90, Citroën retoma a sigla DS e muda o doble chevron

Renault apresentará o novo Clio III em Genebra

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors