TAC Stark

Novo jipe brasileiro sairá de Santa Catarina
Gustavo Ruffo
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Depois que a Troller descobriu que a melhor maneira de criar uma indústria brasileira de automóveis era atacar em nichos com pouca concorrência, como o de jipes, a trilha aberta por ela deu origem a novas iniciativas, como a da Tecnologia Automotiva Catarinense S.A, ou TAC, empresa que, a julgar pelo projeto que apresentou no Salão do Automóvel, deve se tornar conhecida do público em breve. E o responsável será o jipinho Stark.

Além de ter desenho ousado e agradável, o novo jipe deve agradar por outras características, como a suspensão independente nas quatro rodas, tração nas quatro rodas, marcha reduzida e a leveza 1.300 kg, contra 1.850 do Troller T4, por exemplo. O preço, outro fator fundamental, ainda não foi divulgado, mas, como o lançamento do carro será só no segundo semestre de 2007, é bem capaz de a empresa conseguir levá-lo a um patamar bastante competitivo.

Outro fator que a empresa alardeia como vantagem, o motor 1,8-litro de origem Volkswagen, com tecnologia flexível em combustível, pode ser um pênalti. Isso porque, tendo marcha reduzida, o jipe estaria habilitado a trafegar com motor a diesel, desejado por donos de jipe e outros motoristas por ser mais econômico e forte que motores a gasolina ou a álcool. Se esse motor transformar o Stark em uma opção mais em conta no segmento, a exemplo do que a GM está tentando fazer com o Chevrolet Tracker, equipando-o com motor 2-litros a gasolina, a estratégia demonstrará acerto.

Para um veículo de proposta fora-de-estrada, ainda mais nacional, o Stark se revela, pela descrição fornecida pela fabricante, um modelo sofisticado. Ele virá com discos de freio nas quatro rodas, quatro lugares individuais, bancos de couro, direção hidráulica, ar-condicionado, vidros e travas elétricas e rodas de liga-leve.

Segundo a TAC, o jipinho tem distribuição de peso igual entre os eixos, ou seja, 50% dele sobre o eixo dianteiro e 50% sobre o eixo traseiro, o que amplia a capacidade de tração do veículo e seu equilíbrio dinâmico.

Em termos de desempenho, o Stark chega a 159 km/h de máxima. Em se tratando de um utilitário, de todo modo, esse é um dado praticamente irrelevante, ainda mais considerando que, nas trilhas, velocidade é o que menos importa. Nas estradas, com limite máximo de 120 km/h, muito menos. É no torque que reside o pulo do gato e, neste caso, teremos de esperar por mais informações e pela avaliação do modelo para dizer se ele atende ou não às expectativas.

Salão Internacional do Automóvel
Pavilhão de Exposições do Anhembi
Av. Olavo Fontoura, 1.209
São Paulo – SP
19 a 29 de outubro
Ingressos: R$ 25 adulto; R$ 15 crianças de 5 a 12 anos e entrada gratuita para crianças até 4 anos e maiores de 65 anos.


Gosta de jipes?

Então veja aqui anúncios das melhores ofertas destes carros:

Troller T4

Chevrolet Tracker


Toyota Bandeirante

Jeep Wrangler

JPX Montez

CBT Javali

Engesa

Leia também:

Anti-EcoSport da Fiat?

Jeep Commander

Degrau dobrável para picapes


Paris, o salão dos utilitários

SEGREDO! - TR4 Flex

________________________________

Receba as notícias mais quentes e boletins de manutenção de seu carro. Clique aqui e cadastre-se naAgenda do Carro!
________________________________
E-mail: Comente esta matéria

Envie essa matéria para uma amigoa

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors