Primeiras impressões: conhecemos a Ford Maverick!

Veja como é a picape que chega ao Brasil nos próximos meses com motor 2.0 turbo, tração integral e muita tecnologia

  1. Home
  2. Últimas notícias
  3. Primeiras impressões: conhecemos a Ford Maverick!
André Deliberato
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A Ford trouxe as primeiras unidades da Ford Maverick ao Brasil. Nome de um clássico - e lindo - modelo esportivo da empresa nos anos 1970, agora o termo servirá a uma picape para disputar mercado com as versões mais caras da Fiat Toro por aqui, abaixo do segmentos das picapes médias, onde a marca norte-americana já tem a Ranger. Nós do WM1 fomos conhecê-la e agora vamos te contar o que achamos sobre a Maverick.

A picape médio-compacta será importada do México em versão única de acabamento, chamada Lauriat FX4, com o mesmo conjunto mecânico do Bronco Sport, o 2.0 turbo de 248 cv e 38 kgf.m de torque acoplado a uma caixa de câmbio automática de oito marchas e a um sistema de tração integral. A chegada do modelo às lojas já foi confirmada pela Ford para o primeiro semestre do ano que vem.

Como é a Ford Maverick

A Maverick será a primeira rival de fato da Fiat Toro, já que a Renault Duster Oroch nunca conseguiu cumprir esse papel. Mas ela será mais cara - apostamos em preços que comecem acima dos R$ 200 mil. Se esse valor ainda estiver longe do que você procura, vale lembrar que nos próximos anos a Chevrolet vai lançar a nova Montana e  que a Hyundai também deve trazer para cá a Santa Cruz.

Agora voltando ao tema Maverick, vamos começar falando sobre o desenho da picape, que é estiloso, mais parrudo e "raiz" que o da Toro, que sempre teve um quê mais futurista - desde antes da remodelação que aconteceu esse ano. E esse design, vale dizer, também deve inspirar a nova geração da Ranger, programada para chegar nos próximos anos.

Assista ao vídeo da nova Ford Maverick

Em termos de tamanho, a Maverick é bem grande, maior que a rival da Fiat em todas as dimensões. Mas ela não é maior que a Ranger. Lateralmente, destacam-se as rodas de 17 polegadas pintadas de preto e o formato retilíneo do desenho, segundo a Ford algo bem quisto durante as clínicas da picape.

Na parte de trás o desenho também é bem sóbrio e dentro do que estamos acostumados a ver em picapes. A Maverick é feita sobre a plataforma C2, a mesma do Bronco - herdada do finado Focus -, e também chega importada do México. Por ora, o motor 2.0 Ecoboost será o único oferecido e, de acordo com a empresa, não há planos de trazer versões menos potentes e equipadas - com o motor 1.5 de três cilindros, por exemplo.

Ford Maverick E André Deliberato
Ford Maverick chega às lojas no primeiro trimestre de 2022 e será mais cara que a Fiat Toro
Crédito: Webmotors
toggle button

Segura e completa

A Maverick Lauriat FX4 virá equipada com sete airbags; controles de estabilidade e tração; ganchos Isofix; sistema de monitoramento de pressão dos pneus; faróis de LED com acendimento automático; abertura das portas por código numérico; freios a disco nas quatro rodas; detector de colisão frontal contra pedestres e veículos; freio de estacionamento eletrônico e rodas de liga leve de 17 polegadas.

Por dentro, terá painel de instrumentos com tela digital de 4,2 polegadas; banco do motorista com regulagem elétrica; ar-condicionado digital de duas zonas; chave presencial; partida do motor por botão; central multimídia com tela de 6,5 polegadas com câmera de ré e o sistema Sync, além de piloto automático.

Vale destacar que a configuração Lariat FX4 ainda tem suspensão dianteira reforçada; controle de velocidade em descida; protetores de cárter, motor e caixa de câmbio; ganchos para reboque dianteiros; pneus de uso misto e bancos e volante revestidos de couro - veja o painel da picape na imagem abaixo.

Ford Maverick 9
Ford Maverick tem painel com estrutura muito parecida com a que já conhecemos do Bronco Sport
Crédito: Divulgação
toggle button

O que achamos?

Gostamos bastante do que vimos. Nossa aposta é de que a Ford Maverick poderá criar boas dúvidas para compradores desse tipo de categoria, principalmente nas pessoas que hoje olham para as versões mais caras da Fiat Toro com motor turbodiesel, mas acreditamos que ela não deve superar a rival em número de vendas, pelo menos nessa fase inicial de importação.

O interior, de fato, é grande, espaçoso, versátil e confortável e podemos apostar que guiar a Maverick será igualmente prazerosa como o Bronco Sport - e isso pode ser um diferencial para quem procura esse tipo de carro. Agora é esperar mais um tempo para poder rodar com a nova picape e descobrir também quais serão os preços cobrados pela Ford.

Comentários