Contran para menores

Cinto traseiro é adequado para quem tem mais de 36 kg e mais de 1,45 m de altura
  1. Home
  2. Tecnologia
  3. Contran para menores
Adriana Bernardino
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- O Conselho Nacional de Trânsito Contran divulgou ontem nova regulamentação para o transporte de crianças de até dez anos de idade em veículos. As multas aos infratores, entretanto, só entram em vigor em 2010.

Segundo estatísticas do Departamento Nacional de Trânsito Denatran, 21.199 crianças de 0 a 12 anos foram vítimas em acidentes de trânsito no Brasil em 2006. Desse total, 818 foram vítimas fatais. Cerca de 90% dessas mortes poderiam ser evitadas com a utilização correta de um equipamento de segurança; os riscos de lesão, em 71%.

Além de os cintos de segurança traseiro não serem seguros para todas as crianças é adequado para as que tem acima de 36 kg e mais de 1,45 m de altura, a situação é agravada ao se transportar crianças soltas ou no colo de um adulto - em caso de colisão, elas podem ser expelidas do veículo ou arremessadas contra as partes internas vidros, painel, bancos.

Novas normas

Segundo o Contran, para garantir o transporte seguro de crianças no carro, as novas regras são:

Até 1 ano - as crianças com até um ano de idade deverão utilizar, obrigatoriamente, o dispositivo de retenção denominado “bebê conforto ou conversível”

Entre 1 e 4 anos - crianças entre um e quatro anos em cadeirinhas e de quatro a sete anos e seis meses em assentos de elevação. O uso dos dispositivos de retenção não será exigido para os veículos com peso bruto total superior a 3,5t, os de transporte coletivo, táxi e escolares.

Depois dos 7 anos - crianças de até sete anos e meio deverão ser transportadas obrigatoriamente no banco traseiro e em dispositivos de retenção. Acima dessa idade, elas deverão utilizar o cinto de segurança do veículo.

Menos de 10 anos - crianças menores de dez anos devem ser transportadas no banco traseiro dos veículos utilizando equipamentos de retenção.

Lotação - No caso da quantidade de crianças com idade inferior a dez anos exccaption a capacidade de lotação do banco traseiro é permitido o transporte da criança de maior estatura no banco dianteiro, desde que use o dispositivo de retenção.

Banco dianteiro - No caso de veículos que possuem somente banco dianteiro como picapes também é permitido o transporte de crianças de até dez anos de idade utilizando sempre o dispositivo de retenção.

Veículo com airbag - Para o transporte de crianças no banco dianteiro de veículos que possuem dispositivo suplementar de retenção airbag, o equipamento de retenção de criança deve ser utilizado no sentido da marcha do veículo. Neste caso, o equipamento de retenção de criança não poderá possuir bandejas ou acessórios equivalentes e o banco deverá ser ajustado em sua última posição de recuo, exceto no caso de indicação específica do fabricante do veículo.

Motocicletas - No caso de motocicletas, motonetas e ciclomotores o Código de Trânsito Brasileiro estabelece que somente poderão ser transportadas nestes veículos crianças a partir de sete anos de idade e que possuam condições de cuidar de sua própria segurança.


Campanhas educativas começam em 2009

As campanhas educativas sobre o transporte de crianças deverão começar em junho de 2009. A fiscalização do uso dos equipamentos de retenção, entretanto, só será iniciada em 09 de junho de 2010. A penalidade será a prevista no artigo 168 do Código de Trânsito Brasileiro, que considera a infração gravíssima e prevê multa de R$ 191,54, sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação e a retenção do veículo até que a irregularidade seja sanada.

Características das cadeiras de retenção:
Base destacável - Há modelos de cadeirinha de bebê que vêm com base destacável. Dessa forma, apenas a base fica no carro - você só precisa instalar uma vez - e o assento pode ser transportado, bastando encaixa-lo na base.

Limites máximos de peso - Você deve adequar a cadeirinha às características da criança: há vários tipos para bebês com até 9 quilos; se o bebê passar dos 13 quilos antes de um ano de idade, é necessária a troca por uma cadeirinha conversível, também para ser instalada voltada para trás, que tenha maior limite de peso.

Fendas das tiras - Quanto mais fendas para as tiras de fixação, mais espaço para o bebê quanto ele crescer. Detalhe: em cadeirinhas voltadas para trás, as fendas das tiras devem estar sempre na direção do ombro da criança.

Limpeza das cadeiras - Leite, suco, biscoitos, balas... as cadeirinhas ficam sujas com freqüência e, por isso, é interessante ter uma que possa ser limpa facilmente.

Números de impacto:

Crianças com 25 kg podem produzir, em um choque a 50 km/h, danos idênticos aos observados em uma queda do terceiro andar de um prédio, ou seja, seu corpo desamparado colidiria contra o solo com força equivalente a uma tonelada;

Crianças transportadas no colo podem, em caso de desaceleração ou colisão, ser esmagadas com o peso pessoa que a leva no colo, ou mesmo serem projetadas para fora do carro.

Quando transportadas no banco traseiro do carro, as crianças têm de 35% a 50% menos probabilidade de morrer em um acidente de carro; quando acomodadas em cadeiras de segurança instaladas e usadas corretamente o risco de morte cai para 71%.


Fonte: Denatran

_________________________
Leia também:

Crianças no carro. O que fazer?

“Falta muito?” Veja ótimas dicas para passar o tempo durante a viagem

Cara XR3 - Grávida quer um amarelo. Se seu desejo não for satisfeito...

Gestante a bordo - orientações para dirigir com segurança e bem-estar

Guia de férias ao volante: sobrevivendo às malas, crianças, bichos e congestionamentos

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors