Mustang de 'Bullit' é o mais caro da história

Modelo foi leiloado por US$ 3,4 milhões e está do mesmo jeito que foi usado na mais famosa sequência de "pega" do cinema

  1. Home
  2. Cultura WM1
  3. Mustang de 'Bullit' é o mais caro da história
Renan Rodrigues
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

O Mustang GT de 1968 dirgido por Steve McQueen no clássico "Bullit", um dos carros mais famosos do cinema, foi leiloado por US$ 3,4 milhões. Com isso, segundo a casa de leilões Mecum Auction, se tornou o Mustang mais caro da história.

"O martelo foi batido em 3,4 milhões de dólares, mas com as taxas de compradores, o custo total é de 3,74 milhões de dólares", segundo David Morton, gerente de marketing da casa de leilões em Kissimmee, perto de Orlando.

Em conversão direta, o valor investido no veículo foi de R$ 15,5 milhões. O comprador não foi revelado.

Ford Mustang do filme Bullit de traseira na cor verde escuro original
icon photo
Legenda: Mustang de Bullit pilotado por Steve McQueen está igual ao do filme
Crédito: Divulgação

Um dos pontos altos do Mustang GT é não estar restaurando, tendo mantido sua pintura verde e o estofado preto. O esportivo aparece na sequência de 10 minutos no filme de 1968, incluindo alguns saltos nas ruas de San Francisco - considerada a melhor cena de perseguição de carros da história do cinema.

Legado

Após as filmagens, o Mustang foi vendido para um funcionário da Warner Brothers. Posteriormente, esse colaborador o negociou para um detetive da polícia de Nova Jersey, que o vendeu em 1974 para Robert Kiernan por US$ 6 mil.

Kiernan manteve o carro até morrer. E rejeitou várias ofertas pelo carro, incluindo uma do próprio McQueen, segundo o New York Times. Ele deixou o Mustang de "Bullit" para o filho, Sean.

Veja esse pega memorável do cinema

 

Comentários