Picape da Mercedes irá do trabalho pesado ao luxo

Mercedes-Benz Classe X surge em 2019 com três versões e duas motorizações

  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Picape da Mercedes irá do trabalho pesado ao luxo
Redação WM1
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

A inédita Mercedes-Benz Classe X só vem ao Brasil no começo do ano que vem. Porém, mais detalhes começam a ser revelados. A marca não confirma, mas o hotsite e a conta oficial em uma rede social indicam que ao menos a picape terá três versões: Pure, Progressive e Power. Apesar dos nomes serem os mesmos adotados em outros mercados onde o modelo será comercializado, a novidade é que o mercado brasileiro pode receber a versão de entrada "basicona" e dedicada à frotistas. Quem imaginaria um Mercedes com grade, para-choques, retrovisores e maçanetas na cor preta – e não no tom da carroceria? Pois é. Isso vai acontecer. Faróis de LED? Rodas de liga leve? Nem pensar. A versão, que deve ainda ter o complemento X220d, tem lâmpadas alógenas e rodas de aço. O motor quatro cilindros 2.3 diesel é o mesmo da Nissan Frontier, modelo no qual é derivado. Mas os engenheiros da marca alemã devem simplificar o projeto e adotar apenas uma turbina – em de duas como na Nissan atual. A potência ficaria em 163 cv e torque em torno dos 40 kgf.m. A transmissão fica a ser confirmada, podendo pintar uma mecânica de seis marchas ou automática de sete velocidades.

icon photo
Legenda: Mercedes-Benz Classe X
Crédito: Divulgação

A intermediária Progressive X250d começa a ter cara do que se espera de um Mercedes: grade cromada, para-choque na tom da carroceria, rodas de liga leve e faróis de LED. Ela virá com o mesmo powertrain da Frontier: 2.3 biturbo diesel, de 190 cv, 45 kgf.m, e câmbio automático de sete marchas. A topo de linha, Power X350d, incorpora mais cromados no para-choque, moldura das janelas e rodas com desenho exclusivo. Exclusivo também será o motor: o V6 3.0 turbodiesel fabricado pela própria Mercedes. São 258 cv e 56 kgf.m. Ainda é cedo para falar de valores, mas a Classe X deve se posicionar na casa dos R$ 200 mil. Ela vem ao Brasil pela primeira vez no mês de novembro para ser a estrela da marca no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo. Às vendas acontecem quando começar a ser produzida na Argentina, na fábrica da Renault-Nissan em Córdoba. Vale lembrar que outro produto dessa parceria é a Renault Alaskan, que chega ao País ainda em 2018.

icon photo
Legenda: Mdercedes-Benz Classe X Pure
Crédito: Divulgação

VÍDEO RELACIONADO

 

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors