Toyota SW4 está longe de ser urbano, ele é um SUV de mão cheia

Modelo elaborado na base da picape Hilux oferece robustez. Fabricada para um público exclusivo
  1. Home
  2. Lançamentos
  3. Toyota SW4 está longe de ser urbano, ele é um SUV de mão cheia
Rodrigo Samy
Compartilhar
    • whats icon
    • bookmark icon

- Rodamos com o Toyota SW4 com tração 4x2 e câmbio automático durante uma semana. Movido a gasolina, o carro bebeu 5 km/l e apresentou melhor desenvoltura na terra. O SW4 está longe de ser um utilitário urbano, ele é na verdade um utilitário de mão cheia para o campo. Isso fica nítido na sua estrutura, formada por chassi, e nas reações de dirigibilidade do modelo. A versão testada é a mais em conta com câmbio automático, a SR. Ela sai por R$ 124,3 mil. Um valor “salgado” se comparado com os seus concorrentes.

A Hilux SW4 vendeu durante maio de 2009 499 unidades, segundo a Fenabrave Fcaptionação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores. No ranking dos Comerciais Leves, o utilitário da Toyota ocupa a 22ª posição, apenas uma posição atrás do Chevrolet Blazer, que computou 548 emplacamentos no mesmo período. O modelo da GM tem a vantagem de ser mais barato e de oferecer a tecnologia flexível em combustível.

Quando determinamos que a SW4 atende a um público exclusivo, era principalmente pelo fato dela não enfrentar nenhum modelo “cara a cara”. Não existe no mercado nacional um modelo blazer, derivado de picape média, movida a gasolina, que utilize chassi e que custe algo em torno de R$ 120 mil. A Nissan Pathfinder, derivada da Frontier, custa R$ 118,99 mil, mas utiliza um motor V6 de 269 cv de potência e é importada da Espanha. Por isso, ela entra em outra concepção.

Outra vantagem que a SW4 leva diante do modelo da GM é a opção dos sete lugares. Confortáveis, eles estão presentes graças ao entreeixos de 2,75 m. Mas se o espaço é favorável, o acabamento espartano se contrapõe. Itens como travamento automático das portas e espelho no pára-sol do motorista não estão presentes. Outra falta apontada é a regulagem do banco por roldana.

O novo motor da SW4 é um quatro-cilindros em linha de 2,7 litros. Com 158 cv de potência máxima a 5.200 rpm, o modelo japonês oferece uma relação peso/potência de 11,2 kg/cv. Se o desempenho não é o dos melhores o torque também não é: são 240 Nm a 3.800 rpm.

Ao volante

Como a posição de dirigir é bem elevada, um item que falta ao entrar no automóvel é a regulagem de profundidade do volante. Existe apenas um controle de altura. As alças laterais, denominadas carinhosamente de um palavrão PQP, são essenciais para o embarque, tanto do passageiro como do motorista. Afinal, o carro tem um vão livre de 220 mm.

Com um peso total de 1.770 kg, o Toyota SW4 pede que você o comande com respeito. A pilotagem deve ser bem cautelosa devido às reações ocasionadas nas frenagens e nas manobras. Para ter idéia, o modelo recebeu duas estrelas e meia metade do máximo no quesito Segurança do índice Cesvi Centro de Experimentação e Segurança Viária. Já no tema visibilidade o carro marcou três. Como grau comparativo, a Chevrolet Blazer assinalou duas estrelas no quesito Segurança e três e meia no item visibilidade. O grande pênalti, que faz o índice da SW4 cair, está nos freios traseiros a tambor e na falta da assistência dos frios por ABS.

Se a cidade não é o terreno ideal para a SW4, a rodovia é o meio termo. Propulsor silencioso e conforto ao rodar. Mas o local que a SW4 se demonstra um verdadeiro carro é na terra. Na trilha o SUV desenvolveu boa velocidade e com segurança. Em trechos mais travados, a SW4 ultrapassou os obstáculos com facilidade graças aos pneus 265/70 R16 calçados nas rodas de aço. Outra vantagem do SW4 é o seu ângulo de ataque de 30º e o de saída de 25º. Com uma capacidade de carga de 580 kg, o modelo da Toyota se sobressaiu na terra e demonstrou que nasceu para este tipo de terreno. Com ele não existe papo de crossover, o negócio é utilitário robusto para enfrentar qualquer parada. Por isso, antes de comprá-lo veja se é disso que você precisa.


FICHA TÉCNICA – Toyota Hilux SW4 a gasolina

MOTORESQuatro tempos, quatro cilindros em linha, longitudinal dianteiro, quatro válvulas por cilindro, refrigeração a água, 2.694 cm³
POTÊNCIAS158 cv a 5.200 rpm
TORQUE240 Nm a 3.800 rpm
CÂMBIOAutomático de quatro velocidades
TRAÇÃO Traseira
DIREÇÃO Hidráulica, por pinhão e cremalheira
RODAS Dianteiras e traseiras em aro 16” em aço
PNEUS Dianteiros e traseiros 265/70 R16
COMPRIMENTO4,70 m
ALTURA1,85 m
LARGURA1,84 m
ENTREEIXOS2,75 m
PORTA-MALAS506 l
PESO em ordem de marcha1.770 kg
TANQUE80 l
SUSPENSÃODianteira independente, com braços triangulares; traseira independente, fourlink
FREIOSDianteiros com discos ventilados e traseiros com tambores
CORES Branco Polar, Prata Metálico, Cinza Chumbo Metálico, Preto Eclipse, Azul Metálico e Bege Aurora
PREÇOSR$ 124,3 mil para a versão SR automática

Siga a gente no Twitter! Novidades, segredos e muito mais: www.twitter.com/WebMotors

Gosta de utilitários esportivos médios?

Então veja aqui no WebMotors as melhores ofertas para esse segmento:

Toyota Hilux SW4

Chevrolet Captiva Sport

Mitsubishi Pajero Sport

Kia Sportage

Hyundai Tucson

Honda CR-V

Toyota RAV4

Comentários

Ofertas Relacionadas

logo Webmotors